Publicidade

Tinder dos Carros facilita troca, compra e venda de automóveis

Segundo a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), a venda de veículos usados cresceu mais de 6% no primeiro quadrimestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2016. “Um carro zero quilômetro, ao retirar da loja, o consumidor já arca com uma desvalorização. Isso não ocorre com um seminovo, o que o torna competitivo. Pelo menos até o momento que ele precisa vendê-lo, já que as concessionárias desvalorizam em cerca de 20% os automóveis. Essa porcentagem seria o lucro do revendedor”, conta Felipe Jacinto, fundador do App do Automóvel – plataforma capaz de cruzar informações e interesses comuns de particulares, tornando possível a negociação entre eles sem que precisem recorrer a uma loja para dar o carro na troca.

TinderÉ por isso que, desde o início de junho deste ano, o App do Automóvel (www.appdoautomovel.com) têm transformado o recurso mais famoso do aplicativo de relacionamento Tinder, o “match”, em uma ferramenta de negociação para troca, compra e venda de automovéis. Ou seja, dependendo do interesse do usuário, como: localização, categoria e cor, o aplicativo sugere perfis de automóveis que combinem entre si. Com um clique, é possível demonstrar interesse. Se o dono do carro em questão retribuir a curtida, é um match, e a negociação é iniciada. “É bastante comum a troca de carros depois de um certo período, é natural que as pessoas queiram trocar de carro. Com o App do Automóvel quem quer comprar chega a economizar cerca de 20%, valor inflado pelas concessionárias. Do mesmo modo, quem quer vender retém a mesma porcentagem de algo que é dela e é desvalorizado. Essa é uma prática comum desse mercado. O que propomos é uma alternativa”, explica Jacinto.

A diferença do app para outros sites de classificados é que ele cruza informações de vendedores e compradores, e só conecta um ao outro quando há interesse mútuo, o que pode facilitar a negociação. Como no Tinder, se o outro retribui a curtida, ambos recebem uma notificação, o chamado match. Então, um pode ligar ou mandar e-mail para o outro sem ser inconveniente. O App do Automóvel foi lançado no começo de junho e possui 4.500 automóveis cadastrados para vendas ou trocas e cerca de 10mil usuários, entre 25 e 45anos de idade, majoritariamente do sexo masculino.

Disponível para sistemas Android e iOS, o aplicativo não tem custo pelo primeiro mês. A partir do segundo mês, o usuário que quiser manter o anúncio de venda do carro precisa pagar R$ 4,99 por mês.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade