Publicidade

Brasil Pré-Pagos lança solução de meio de pagamento com foco em agilidade na implantação e ganho à Instituições de Pagamento Eletrônico de Frete e Embarcadores\Transportadoras

A Brasil Pré-Pagos expande seus negócios e lança produto voltado para a gestão de fretes. A empresa que já atua no setor como service provider em meio de pagamento de frete e pedágio, vai aumentar seu volume de emissão do produto Visa Cargo BPP por meio de parcerias junto a Instituições de Pagamento Eletrônico de Frete e Embarcadores\Transportadoras que não se enquadram na resolução nº 3.658/11, de 19 de abril de 2011.

Com o lançamento do Visa Cargo BPP, a empresa tem o objetivo de colocar no mercado um modelo de negócio disruptivo, que seja prático e seguro. O produto tem a garantia de um meio eletrônico de pagamento com disponibilidade de saques na rede Banco 24 horas, bandeira exclusiva da Visa para utilização em caixas eletrônicos.

A novidade busca proporcionar maior agilidade para as empresas que já estão ou tem a intenção em se habilitar junto à ANTT como uma Instituição de Pagamento Eletrônico de Frete. A Brasil Pré-Pagos garantirá, sem custo, a personalização do layout do cartão e toda a assessoria sistêmica por meio de equipe própria da empresa.

O cartão substitui o manuseio da conhecida carta frete e cheque troco e realiza o pagamento de pedágios, conforme resolução do Vale Pedágio Obrigatório em todo o território nacional, além de possibilitar compras e débitos em estabelecimentos, inclusive para abastecimento em postos de combustível.

O cartão pré-pago Visa Cargo BPP conta com a experiência da Brasil Pré-Pagos em atuar como service provider em meios de pagamentos para as maiores Instituições de Pagamento Eletrônico de Frete habilitadas pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) por meio da resolução nº 3.658/11, de 19 de abril de 2011. Além dos aspectos legais do mercado de frete, o produto está em conformidade à Lei nº 10.209 (referente ao Vale Pedágio Obrigatório).

O cartão pode ser utilizado em milhões de estabelecimentos comerciais credenciados pela Visa. Segundo o CEO da Brasil Pré-Pagos, José Carvalho Júnior, a capacidade de entrega de uma remessa de cartões pode ocorrer em um curto espaço de tempo assim que for solicitado o serviço. “Com o pé na estrada, fica mais complicado para o caminhoneiro o envio de dinheiro para seus dependentes. Com a solução Visa Cargo BPP, o processo ganha agilidade e rapidamente é possível fazer transferência para um cartão adicional que fica em poder da família, para facilitar a gestão e pagamento das despesas no dia a dia, solicitado pelo próprio usuário sem custo adicional”.

Toda essa movimentação traz segurança para o usuário do cartão que não necessita ter com ele um volume em dinheiro para pagamento das despesas durante o trajeto entre o carregamento e a entrega da carga.

Todas as transações com o cartão, como saques, transferências e verificação de saldo e extrato, podem ser feitas por meio de aplicativo via mobile ou Internet, oferecendo um maior controle financeiro tanto para a empresa contratante como para o caminhoneiro contratado para o serviço.

As vantagens são inúmeras e vão além dos benefícios para os usuários dos cartões, explica José de Carvalho Júnior. “As empresas contratantes conseguem dessa forma uma automação do processo, gerando maior controle e segurança, podendo realizar a integração das informações e elaborar relatórios gerenciais sobre os carregamentos, pedágios e combustível”.

Sobre a BPP
Especializada nos meios de pagamento da próxima geração, a empresa já nasceu grande. Uma das líderes mundiais na emissão de cartões pré-pagos VISA, com mais de 10 anos de experiência em cartões em moedas estrangeiras e amplo know-how em soluções pessoais e corporativas em meios de pagamento. Com foco em inovação, tecnologia e facilidade, a Brasil Pré-Pagos disponibiliza a mais completa gama de produtos para realizar, controlar e facilitar as mais diferentes operações financeiras do dia a dia. Para mais informações: www.brasilprepagos.com.br


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade