Publicidade

Dia do combate à poluição: quatro fatos sobre os sistemas de emissões veiculares

Os automóveis são responsáveis por uma parte significativa da poluição do ar, por isso, é de extrema importância o uso de soluções para o controle dos gases tóxicos. Na data em que se comemora o Dia de Combate à Poluição, a Umicore – especialista em tecnologias de controle de emissões – destaca quatro fatores importantes sobre os sistemas de emissões veiculares. Confira!

Converte até 98% dos gases poluentes
Principal componente do sistema de emissões dos veículos, o catalisador tem papel fundamental no combate às poluições tóxicas. De acordo com Stephan Blumrich, vice-presidente e diretor da Umicore Brasil, trata-se da peça responsável por converter até 98% dos gases tóxicos em substâncias inofensivas. “O catalisador atua transformando, por meio de uma reação química, o HC (hidrocarbonetos), CO, (monóxido de carbono) e NOx (óxidos de nitrogênio), gases provenientes do motor à combustão, em substâncias inofensivas à saúde, como H2O (água), N2 (nitrogênio) e CO2 (gás carbônico)”, explica.

CatalisadorSem catalisador, de cinco a dez vezes mais poluição
A importância do catalisador automotivo é tanta que, sem o componente, os veículos poluiriam de cinco a dez vezes mais, em média. “A eficácia do equipamento garante que os automóveis liberem menos poluentes do que é exigido pela lei atualmente”, afirma o vice-presidente da Umicore.

Uma tonelada a menos de poluentes por carro
De acordo com dados do livro “25 anos do Catalisador Automotivo e 30 anos do Proconve: Uma estratégia de Sucesso”, lançado pela Umicore em 2016, cada catalisador em atividade impede que cerca uma tonelada de material poluente chegue até o ambiente durante a sua vida útil, que varia de 10 a 15 anos. “Isso significa 110 quilos de gases tóxicos evitados por ano ou ainda, 300 gramas por dia para cada veículo”, acrescenta Stephan Blumrich.

Revisões e produtos de qualidade
Segundo o vice-presidente da Umicore, os motoristas podem auxiliar no combate às emissões, garantindo o bom funcionamento do catalisador. “Esse é um componente que, em geral, é prejudicado pela falta de manutenção de outros itens do veículo ou pelo uso de produtos de má qualidade, como combustíveis, por exemplo. Por isso, a atenção do condutor a esses itens e à revisão do carro é muito importante”, comenta Blumrich.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade