Publicidade

Toyota inaugura Centro de Visitas em São Bernardo do Campo (SP) em continuidade ao projeto de revitalização da montadora

A Toyota celebrou, na última sexta-feira, 11 de agosto, a conclusão da terceira etapa do projeto de revitalização de sua planta localizada no município de São Bernardo do Campo (SP), com a cerimônia que marcou a inauguração do Centro de Visitas da montadora. A unidade do ABC Paulista, primeira fábrica da companhia construída fora do Japão, com operações iniciadas em 1962, foi o local escolhido para sediar um dos Centros de Visitas mais tecnológicos da empresa em todo o mundo.

A cerimônia contou com a presença do CEO da Toyota para América Latina e Caribe e Chairman da Toyota do Brasil e da Argentina, Steve St. Angelo, do presidente da Toyota do Brasil, Rafael Chang, e outros executivos da empresa. Participou também o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, entre outras autoridades.

Centro de Visitas Toyotaabertura do novo Centro de Visitas, concebido para oferecer aos participantes uma experiência de imersão ao universo Toyota, além de abrir as portas da empresa para os mais diversos públicos da região do ABC e do Brasil, recebeu investimento de R$ 5 milhões e é um marco na história da fabricante, que já havia trazido a sede administrativa para São Bernardo e criado o Centro de Pesquisa Aplicada da marca na América Latina nesta planta.

“Nosso Centro de Visitas é a terceira etapa do projeto São Bernardo ReBorn, pensado para revitalizar a primeira planta da Toyota fora do Japão. Em 2015, trouxemos a nossa sede administrativa e comercial para cá e, em 2016, inauguramos aqui o primeiro Centro de Pesquisa Aplicada da América Latina. Agora, estamos abrindo nossa casa e nossa história à sociedade. Queremos que esta sede se integre à nossa comunidade local oferecendo um espaço aberto que celebra o passado, demonstra o presente e apresenta o futuro da Toyota no Brasil”, afirmou Steve St. Angelo.

Passado, presente e futuro

Em um espaço de 750 m2, o Centro de Visitas da Toyota levará os participantes a uma viagem pela história da empresa, seu passado, presente e futuro, destacando as atividades mais importantes.

No Centro de Visitas, as pessoas poderão aprender sobre a história da Toyota, desde seu surgimento no Japão, sua chegada ao Brasil, sem esquecer os grandes marcos da empresa nesses 59 anos no País, e chegando aos dias atuais, por meio de uma linha do tempo interativa.

O espaço de exposição conta também com unidades comemorativas dos veículos produzidos pela montadora. O último Bandeirante, produzido em 2001, ano em que o modelo foi descontinuado, é uma das estrelas do local. Modelos como Corolla e Etios, atualmente em produção no País, também compõem a exposição, apoiados por painéis que ilustram as fábricas onde são produzidos. O motor do Etios, fabricado na unidade de Porto Feliz, SP, inaugurada em 2016, também é uma das estrelas do espaço. A Lexus, marca de luxo da montadora, também está representada no Centro de Visitas.

A unidade que por mais de quatro décadas fabricou o jipe Bandeirante, hoje hospeda um dos Centros de Visitas mais tecnológicos do Brasil, contando com maquetes que reproduzem uma das linhas de produção da companhia, permitindo que os visitantes vivenciem a experiência de montar um veículo da marca de forma totalmente interativa. Conceitos do TPS – Sistema Toyota de Produção – também são explorados no espaço, por meio de jogos lúdicos que ensinam seus principais pilares.

Uma área com cinco telas interativas contextualiza a posição da montadora no mundo, destacando a produção dos carros da marca em 29 países e venda em mais de 170. Conceitos do Toyota Way, filosofia aplicada pela empresa, e estudos sobre mobilidade urbana também poderão ser explorados pelos visitantes.

A Fundação Toyota do Brasil, braço social da montadora, com mais de oito anos de atuação no País, apresenta no Centro de Visitas os projetos Arara Azul, APA Costa dos Corais e Ambientação de forma lúdica, interativa e envolvente.

Economia de água, energias renováveis, reciclagem de materiais e redução de emissões são itens que ilustram as iniciativas ambientais da empresa, que se destaca por seu compromisso com a sustentabilidade.

O futuro da empresa também é apresentado no Centro de Visitas que expõe, por meio de uma imponente estrutura arquitetônica, o Prius, veículo híbrido mais vendido no mundo, totalmente desmontado, permitindo aos visitantes conhecer em detalhes a tecnologia que une motor elétrico e a combustão e seus benefícios. Compondo esse mesmo espaço, jogos interativos simulam percursos urbanos, levando os visitantes a uma atmosfera futurista a bordo do Mirai, veículo da montadora movido a hidrogênio que libera somente vapor d’água pelo escapamento, além de um comparativo de emissões entre veículos com diferentes motorizações.

Em outubro de 2015, a Toyota anunciou o seu Desafio Ambiental Toyota 2050, por meio do qual estabelece uma série de compromissos e desafios que auxiliam a reduzir os impactos negativos dos automóveis para o mais próximo possível de zero e contribuir para a formação de uma sociedade sustentável. A Toyota tem posicionado as tecnologias híbridas como peça fundamental para o século XXI, pois englobam todos os componentes tecnológicos necessários para o desenvolvimento de carros ecologicamente amigáveis, desde os modelos elétricos até os movidos a célula de hidrogênio, facilitando o uso de diferentes combinações de combustível.

Programa de Visitas

A inauguração do Centro de Visitas da Toyota chega para complementar o programa de visitas da empresa, que já ocorre na unidade de Sorocaba, SP, e insere a montadora no programa de turismo industrial da cidade de São Bernardo do Campo. Denominada Ecofactory, a unidade do interior de SP, que desde 2012 produz o compacto Etios, é a sede para visitas com foco em questões ambientais. A fábrica da montadora no ABC Paulista, com a abertura do Centro de Visitas, se prepara para dividir com os participantes uma experiência institucional adquirida nos quase 60 anos de atuação no País.

Nos próximos meses, as visitas se concentrarão a públicos específicos, como colaboradores e seus familiares, universidades, sindicato e membros das prefeituras da região e, a partir de janeiro de 2018, o Programa de Visitas estará aberto ao público em geral. As visitas poderão ser agendadas no site da montadora (www.toyotadobrasil.com.br) acessando o link do Programa de Visitas.

Projeto São Bernardo ReBorn

Com investimento total de R$ 70 milhões, o São Bernardo ReBorn é um projeto de revitalização da planta da Toyota de São Bernardo do Campo e que foi dividido em três fases.

A fase inicial, entregue em março de 2015, consistiu na transferência da sede administrativa e comercial da empresa de São Paulo para o ABC Paulista, abertura do terceiro turno na forjaria e incorporação do conceito Ecofactory (reuso de água de chuva, instalação de painéis solares, entre outras iniciativas ambientais). Na ocasião, executivos e colaboradores celebraram a assinatura de um compromisso, firmado com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde as partes se comprometeram a unir esforços, a fim de aprimorar os processos produtivos da empresa e aumentar a competitividade da Toyota perante a indústria automotiva nacional e global.

A segunda etapa, concluída em agosto de 2016, foi a inauguração do primeiro Centro de Pesquisa Aplicada da marca na América Latina, concebido para integrar atividades relacionadas à pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e fornecedores. Ali, foram alocados os departamentos de Engenharia, Compras, Regulamentação Veicular e Qualidade Assegurada, permitindo maior interação e sinergia entre as áreas para constituição de futuros projetos, bem como para um alinhamento ainda mais ágil e preciso na tomada de decisões. Nas novas instalações foi construído, ainda, um centro de design de produto da marca. Neste centro, por exemplo, nasceram as edições especiais Corolla Dynamic e Etios Ready, lançadas no mercado no ano passado.

A unidade do ABC Paulista é responsável por produzir peças para os modelos Corolla e Etios comercializados no Brasil e exportados para a América Latina, além de deter expertise, por meio de sua forjaria, na fabricação de bielas e virabrequins que equipam os motores de Camry e Corolla produzidos nos EUA. Atualmente, a planta da Toyota no Grande ABC emprega cerca de 1.400 colaboradores divididos em três turnos de trabalho.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade