Publicidade

Copa Truck: Boessio promete “incomodar” em Tarumã. Único gaúcho da categoria mostra otimismo em casa na abertura do regional Sul/Sudeste

Com a responsabilidade de defender as cores do estado como seu representante solitário, o gaúcho Régis Boessio acredita que tem praticamente todo o necessário para abrir com o pé direito neste fim de semana o regional Sul/Sudeste, terceiro e último da temporada inaugural da Copa Truck. A rodada dupla de domingo será disputada no Autódromo Internacional de Tarumã – território que conhece muito bem e no qual conta com resultados expressivos em passado recente. A pouco mais de uma semana de completar 41 anos, o piloto da Volvo está com a confiança em alta depois dos trabalhos realizados no truck 83 ao final da Copa Nordeste em julho e faz um alerta à concorrência. “”Vamos incomodar bastante a galera. Conhecemos a pista, temos o know how e vamos vir com tudo”, promete.

Boessio fechou a Copa Centro-Oeste como vice-campeão. No Nordeste, em que pese andar no pelotão da frente em Caruaru e Fortaleza, os resultados não surgiram como esperado. “Em Caruaru eu estava em terceiro na corrida. Tivemos problemas de consistência também no Ceará, mas trabalhamos bastante desde então para melhorar o truck. Temos tudo para andar entre os cinco primeiros. A tomada de tempo é que será um pouquinho mais complicada. Apesar de este traçado ser mais importante em relação ao ‘chão’, o motor também conta um pouquinho por causa da subida da reta na sequência da curva 9”, avalia.

Régis Boessio

Diante de um público apaixonado por automobilismo em geral e as corridas de caminhão em particular, Boessio sabe que o incentivo dos torcedores é um aditivo, mas também cobra um preço. “Correr em casa é muito bom. Gosto bastante de Tarumã, uma pista rápida. Claro que existe aquela pressão das arquibancadas por um bom resultado, mas este é um fator que a experiência nos ensina a administrar. Minha primeira pole e primeira vitória foram em Guaporé, outro circuito do Rio Grande do Sul. Me identifico bastante com o público gaúcho, sempre vibrante. É sempre muito gostoso correr aqui.”

Boessio admite que o desempenho de Felipe Giaffone, campeão da Copa Nordeste e dono do maior número de vitórias até agora, não pode ser ignorado. Mas conhece que as causas que levaram o paulista a subir ao pódio em todas as etapas desde sua estreia em Campo Grande na segunda rodada da Copa Centro-Oeste. “Felipe é um grande piloto e está ‘vestido’ com o equipamento e a equipe há muitos anos. A equipe deles é de ponta, estruturada, trabalha bem, tem força. Esses são os fatores que, na minha opinião, levam a um resultado diferente na pista. Piloto bom, com conhecimento, equipamento bom e bem desenvolvido, equipe boa e unida. Nem é preciso explicar aos mecânicos o que fazer, porque eles já sabem. Resumindo, é uma sincronia de trabalho entre equipe, caminhão e piloto.”

INGRESSOS

Ingressos continuam à venda pela Internet e em 10 revendedores Pirelli espalhados pela capital gaúcha (consulte os locais no site oficial www.copatruck.com.br). Sábado e domingo também estarão disponíveis nas bilheterias do autódromo. São três opções. O Arena Nação Truck custa R$ 35,00, com espaço na arquibancada e camping, e dá direito a um boné exclusivo da Copa Truck que deverá ser retirado no posto de troca no autódromo mediante a apresentação do canhoto. Importante: os 200 primeiros ingressos do lote inicial terão direito à visitação aos boxes no dia das provas, em horário predeterminado pelos organizadores. A idade mínima é de cinco anos e crianças de cinco a 12 anos não pagam ingresso de arquibancada.

O bilhete Fã Truck custa R$ 70,00 (meia entrada a R$ 35,00, conforme lei federal nº 12.933) e garante a visitação aos boxes no domingo, em horário ainda a ser estipulado, e um boné exclusivo da Copa Truck que deverá der trocado pelo canhoto do ingresso no posto da Arena Nação Truck. Crianças a partir de cinco anos necessitam de credencial para acessar essa área.

O Paddock Truck tem preço de R$ 150,00. O espaço fica localizado acima dos boxes, com ampla visão das atividades do trabalho das equipes e dos pilotos, e o ingresso dá direito a coquetel, água, refrigerante e cerveja no dia das corridas. Oferece também a visitação aos boxes e o contato direto com os astros da Copa Truck. Crianças acima de cinco anos precisam de credencial.

Menores entre cinco e 16 anos devem estar acompanhado dos pais ou representantes legais, todos portando documentos originais. Os ingressos valem para os três dias do evento, desde os treinos da sexta-feira. Há estacionamento no local, com vagas limitadas, e será permitido acampar nas áreas predeterminadas pelo promotor do evento, desde que respeitadas as regras do autódromo. Os portões serão abertos ao público às 8 horas.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade