Publicidade

CESVI BRASIL explica como identificar a hora certa de trocar os pneus

Garantir o bom desempenho do carro e também a segurança de todos os ocupantes são apenas duas das funções mais importantes dos pneus. Por esse motivo, o CESVI BRASIL/MAPFRE (Centro de Experimentação e Segurança Viária) explica como cuidar bem dos pneus auxilia no maior controle do veículo em situações de frenagens, acelerações, curvas, retas e até em diferentes tipos de solo e condições climáticas.

Segundo o especialista Gerson Burin, coordenador técnico do CESVI/MAPFRE, a maioria dos problemas detectados nos pneus está relacionado ao desgaste excessivo, causado por falta de manutenção adequada no veículo e até de falta de calibragem. “É muito comum que os condutores não vejam os pneus como prioridade no veículo, geralmente eles só se lembram desses itens quando precisam trocá-los”, comenta.

Contudo, ao contrário do que muitas pessoas imaginam, identificar a hora de substituir o pneu é rápido e fácil. “O desgaste pode ser identificado pela referência chamada TWI (Tread Wear Indicator) presente em todo pneu, que aponta o limite de desgaste da banda de rodagem. Caso a referência TWI passe a fazer contato com o solo, significa que está na hora de fazer a troca”, explica Burin.

Além da referência TWI, outro método utilizado para detectar a hora certa de comprar novos equipamentos é o DOT (Department of Transportation) do pneu, que é composto por quatro números, sendo os dois primeiros a indicação da semana de fabricação e os últimos dois números o ano. “É preciso ressaltar que ao escolher essa opção, o ideal é que o pneu não tenha mais do que cinco anos de uso”, ressalta o especialista.

Já para preservar a vida útil e evitar gastos desnecessários, o correto é colocar em prática o rodízio conforme manual de instruções do veículo. “O rodízio ideal é sempre aquele em que os mais novos ficam nas rodas traseiras, promovendo mais estabilidade e segurança para o carro. Além disso, é necessário verificar constantemente o alinhamento do conjunto, revisar a suspensão e ajustar a calibragem corretamente”, finaliza Burin.

Para mais informações sobre o CESVI/MAPFRE, basta acessar o site www.cesvibrasil.com.br.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade