Publicidade

Revisão preventiva do carro reduz em até 70% os problemas mecânicos

Fim de ano chegou e o destino de muitos brasileiros já está definido. A grande maioria que pretende viajar nessa época vai pelas estradas de todo o país e, com isso, ajuda a aumentar o tráfego de veículos nas vias.Atualmente, mesmo com tantas informações sobre os cuidados com o veículo, ainda há os mais desatentos que se esquecem de fazer a manutenção preventiva para evitar problemas com o carro, especialmente antes de viagens de férias e feriados. 

Segundo dados da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), em 2016 o número de veículos atendidos nas estradas do país ultrapassou os 2,3 milhões. Entre as principais causas estão panes mecânicas (+933 mil), panes elétricas (+80 mil), trocas de pneus (+222mil) e panes secas (+145 mil). O número de guinchamentos chegou ao patamar de quase 942 mil.

 

“Esses números são alarmantes para as nossas estradas. Todos esses problemas são causados pela falta de atenção dos proprietários em realizar manutenções simples e que podem diminuir em até 70% as chances de problemas mecânicos, caso feitos com antecedência”, afirma Fábio Facca, gerente nacional de varejo da Campneus.

 

Dentre os problemas mais citados pela ABCR, muitos podem ser evitados pelo próprio condutor, como a calibragem dos pneus, a verificação do nível de água dos reservatórios e a checagem do combustível antes de pegar a estrada. “São itens que o motorista pode fazer uma checagem na garagem de casa, sem precisar de auxílio técnico. Essa verificação é importante não só para os períodos de viagem, mas também para quem utiliza o carro no cotidiano”, ressalta Facca.

Já componentes maiores ou com um nível de complexidade maior de manutenção devem ser analisados por profissionais especializados. Abaixo, o executivo lista os itens que devem ser avaliados e as consequências caso não seja feita uma revisão preventiva.

Componente

Por quê verificar?

Riscos

Pneu

Principal ponto de contato do veículo com o chão, deve estar em boas condições de rodagem. Além de entregar mais segurança, pneus bem cuidados ajudam na economia de combustível e evita multas ao condutor. (5 pontos e R$127)

Desgaste prematuro do pneu, falta de controle em situações de frenagem de emergência, estouros durante a viagem, aumento no consumo de combustível.

Freio

Item que garante uma parada segura ao veículo, precisa estar com as pastilhas e discos, além do fluído de freio, nas especificações da montadora do veículo

Pedal do freio “borrachudo” (com resistência ao pisar) dificulta as frenagens comuns e de emergência, ruídos agudos ao frear, trepidação no volante, influencia no desgaste de componentes da suspensão.

Suspensão

Tem como objetivo absorver os impactos do veículo com o solo e manter os pneus em contato com o chão, garantindo a estabilidade do veículo e  conforto aos ocupantes.

Falta de estabilidade ao fazer curvas, desgaste prematuros dos pneus, barulhos constantes ao transpor obstáculos, impacto sentido diretamente pelos passageiros ao passar por buracos e irregularidades na pista.

Óleo

Garante a lubrificação dos componentes do motor, garantindo melhor funcionamento de todo o sistema.

Falta de óleo no sistema ou abaixo do nível indicado dificulta partidas, aumenta o desgaste das peças e pode fundir o motor.

Filtros

Existem diversos tipos: do óleo, do ar, de cabine e do combustível. Todos possuem a função de reter impurezas que podem prejudicar o bom funcionamento do veículo.

Filtros sujos ou em más condições geram aumento do consumo de combustível, lubrificação incorreta do motor, má ventilação do sistema e podem prejudicar o ar dos ocupantes da cabine.

Bateria

Responsável pelo funcionamento dos componentes elétricos do carro, além de auxiliar na partida. É preciso verificar o nível de água destilada (dependendo do modelo da bateria) e o seu tempo de vida útil com teste de amperagem.

Baterias antigas podem dificultar na partida do carro, diminuir a intensidade de sinais luminosos do veículo. Uma bateria nova pode custar, no mínimo, R$350.

Combustível

Principal fonte de alimentação do motor do veículo. Sem combustível, o carro não sai do lugar.

Parada total do veículo em estradas, congestionamentos e vias não pavimentadas. Falta de combustível gera uma multa de quatro pontos e R$85 ao condutor.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade