Ford Ka, Onix e Mobi estão os entre os seminovos com maior giro de venda nas concessionárias

Anúncios Ecompare

O Ford Ka, o Onix 2014 e o Mobi estão entre os veículos seminovos com maior giro nas concessionárias brasileiras e permanecem entre 8 e 12 dias no estoque, desde a sua entrada na loja até a sua revenda online.

Os dados foram retirados da plataforma AutoAvaliar, com base nas transações realizadas entre 2,5 mil concessionárias e 20 mil lojistas multimarcas no País entre janeiro e dezembro de 2017. Segundo o levantamento da AutoAvaliar, no geral, os veículos seminovos ficaram em média apenas 15 dias em estoque em 2017.

O repasse online de seminovos é atualmente uma alternativa para o varejo automobilístico reforçar seus negócios no Brasil e paralelo às vendas do zero quilômetro. De acordo com o mapeamento da AutoAvaliar, o valor médio das transações eletrônicas em 2017 foi de cerca de R$ 26 mil por automóvel usado, ante os R$ 25 mil verificados no ano anterior.

Segundo Daniel Nino, diretor da AutoAvaliar, as concessionárias brasileiras estão reinventando seus negócios com a aposta nos comércio eletrônico de seminovos. “O uso de uma plataforma B2B para comércio de veículos traz mais agilidade e garante, sobretudo, maior transparência no repasse de automóveis feito entre concessionárias e lojistas”, comenta Nino.

Anúncios Ecompare

Veículos com menos tempo de estoque na concessionárias
MARCA MODELO DIAS
FORD KA+ 8
CHEVROLET ONIX HATCH 9
FIAT MOBI 12
FIAT FIORINO 13
CHEVROLET ONIX 13
CITROEN C4 PALLAS 14
CHEVROLET CORSA SEDAN 14
CHEVROLET CORSA HATCH 14
VOLKSWAGEN POLO HATCH 15
FORD COURIER 15
Fonte: AutoAvaliar

Faturamento de R$ 20 bilhões

Segundo levantamento da AutoAvaliar, o comércio eletrônico de seminovos no País movimentou cerca de R$ 20 bilhões em 2017. O resultado é cinco vezes maior em comparação com o exercício anterior, quando as vendas atingiram R$ 4,8 bilhões.

Para se ter uma ideia, a rentabilidade dos nossos clientes com o repasse de veículos chega a dobrar, impulsionado especialmente pela gestão eficiente e controle efetivo na operação”, acrescenta Nino.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima: