Porto Itapoá inaugura nova área de 60 mil m²

A última autorização necessária para que o Porto Itapoá dê início às operações em uma nova área adicional de 60 mil m2, recém-construída, foi oficializada nesta segunda-feira (5/3), com a sua publicação no Diário Oficial da União. Com essa nova área, o pátio de contêineres do Porto Itapoá passa a ter 210 mil m², com capacidade estática de 18 mil contêineres.

O Termo de Liberação da Operação (TLO), emitido pela ANTAQ (Agência Nacional de Transportes Aquaviários), era o último requisito para o licenciamento total da obra, após concluídas as fases de alfandegamento (Receita Federal), Segurança (Conportos) e Licenciamento Ambiental (Ibama), iniciadas em novembro de 2017.

Com todas as licenças relativas às obras de expansão concedidas, já foi dado início às movimentações para preenchimento da nova área de 60 mil m2, agilizando a operação do terminal como um todo.

Ao longo dos próximos dias, a movimentação de aproximadamente 4 mil unidades de contêineres para a nova área abrirá um espaço importante para que as operações continuem sendo realizadas de forma ágil e segura.

A entrega das obras em fases faz parte da estratégia do Terminal para atender a alta demanda dos últimos anos. A cada área finalizada, um novo processo de licenciamento é iniciado com o intuito de evitar gargalos operacionais na movimentação de contêineres.

Expansão do Terminal

O Porto Itapoá iniciou suas operações em junho de 2011 com uma infraestrutura capaz de movimentar 500 mil TEUs por ano. Desde 2013, esta capacidade já vinha sendo superada e, para atender à demanda cada vez maior do mercado, o terminal deu início ao seu processo de ampliação naquele mesmo ano. Em outubro de 2016, depois da obtenção de todas as licenças, as primeiras obras tiveram início.

As obras desta primeira fase de expansão continuam até maio, quando devem estar finalizados mais 40 mil m² de pátio e mais 170 metros de píer, que passará a ter 800 metros de comprimento. Ainda em 2018, o Porto Itapoá terá capacidade de movimentação de 1,2 milhão de TEUs/ano.

O Projeto de expansão contempla ainda 200 mil m2 adicionais de pátio, já com aterro em andamento, e 410 metros de píer (um berço), cuja evolução acontecerá nos próximos três anos.

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: