Com apoio de Itaipu, Paraná vai ganhar a primeira eletrovia do Brasil

O Paraná vai ganhar a primeira eletrovia do País, com a instalação de postos de abastecimento para veículos elétricos (também chamados de eletropostos). No total, serão instaladas dez estações de recarga em 700 quilômetros da BR-277, cortando o Estado de Leste a Oeste, entre Paranaguá e Foz do Iguaçu. A iniciativa é uma parceria de Itaipu Binacional e a Companhia Paranaense de Energia – a Copel.

O primeiro eletroposto foi inaugurado nesta terça-feira (27), em Curitiba, no quilômetro 3 da rodovia. Participaram o governador do Paraná, Beto Richa, o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna, o presidente da Copel, Antonio Sergio Guetter, e o prefeito da capital, Rafael Greca – entre outras autoridades.

A parceria será assinada oficialmente na próxima quarta-feira (4), em Foz do Iguaçu. Itaipu vai fornecer oito dos dez eletropostos e dará suporte técnico; a Copel será responsável pelos outros dois eletropostos, arcará com os custos de instalação e vai fornecer a energia elétrica.

Luiz Fernando Vianna explicou que, como ainda não há uma regulamentação do segmento pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), nesta primeira fase o usuário não vai pagar pelo serviço. “Não há estimativa de custo, mas provavelmente será o custo de energia de um consumidor de baixa tensão”, explicou.

Cada eletroposto terá 50 kVA (kilovoltampere) de potência, o equivalente a dez chuveiros elétricos ligados ao mesmo tempo. Também contarão com três tipos de conectores, próprios para atender os modelos de carros elétricos ou híbridos disponíveis no mercado.

Para Antonio Sergio Guetter, “a troca de carros convencionais pelos elétricos vai transformar o setor de mobilidade e a Copel pretende oferecer uma rede de energia robusta e inteligente para essa mudança”.

O secretário de Estado de Meio Ambiente de Portugal, José Mendes, que participou do evento, lembrou que a redução das emissões é uma preocupação mundial. “A intenção é descarbonizar a cadeia toda e a Copel está fazendo isso, ao gerar energia de uma fonte limpa e proporcionar essa energia renovável para a mobilidade”, disse.

O coordenador brasileiro do Programa Veículo Elétrico da Itaipu, Celso Novais, destacou o caráter pioneiro da iniciativa e elogiou a parceria com a Copel. “É uma clara demonstração de visão de futuro e ratifica os investimentos feitos por Itaipu na última década”, disse. “Cada vez mais, a mobilidade elétrica deixa de ser uma aposta de futuro para se tornar realidade”, concluiu.

Novas estações

Além da estação de Curitiba, entrou em operação nesta terça-feira o eletroposto em Paranaguá. Ainda neste ano serão instaladas as unidades de Foz do Iguaçu, Medianeira, Cascavel, Laranjeiras do Sul, Guarapuava e Irati. Todos serão hospedados em postos de combustíveis ao longo da rodovia, com distância de aproximadamente 100 quilômetros entre um e outro.

Os eletropostos serão todos de carga rápida ou semirrápida, levando de meia hora a uma hora para carregar 80% da bateria da maioria dos carros elétricos hoje em circulação. Esses modelos rodam de 150 a 300 quilômetros com uma carga completa.

* com informações da Agência Estadual de Notícias

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: