ZF participa da Agrishow 2018 e lança Eixo Narrow para tratores de 25 a 70hp

Joint Venture com a YTO, um dos principais fabricantes de máquinas para
setores de construção e agrícola da China, faz a ZF ampliar a atuação no
mercado de eixos na América do Sul.
Empresa demonstra protótipo de trator-conceito semiautônomo desenvolvido em
conjunto com a montadora austríaca Lindner.
Sistemas completos de eletrificação de tratores estarão em exposição.

A ZF participa da Agrishow 2018, que acontece entre os dias 30 de Abril e 04
de Maio em Ribeirão Preto, SP. A empresa irá expor um completo portfólio de
soluções para o mercado agrícola sul-americano, e neste ano traz para a
região o novo Eixo Narrow, que faz parte do portfólio de eixos-portal
estreitos da série Kintra para equipar tratores de 25 a 70hp. A novidade é
resultado da nova joint-venture da ZF com a YTO, um dos principais
fabricantes de máquinas para os setores de construção e agrícola da China.
Além de equipamentos como o reconhecido Eixo TSA23, a ZF completará a
exposição com amortecedores de cabines, embreagens e Torque Rod para
Pulverizadores. Os avanços da marca na área de conectividade, inteligência
artificial e automação também serão a tônica de sua presença durante o
evento. A empresa aproveita para demonstrar de forma virtual seu
trator-conceito semiautônomo, resultado da parceria que fechou junto à
montadora austríaca de máquinas agrícolas Lindner em 2017. A eletrificação é
outro tema que será trabalhado pela ZF durante a Agrishow, por meio da
demonstração de sistemas para eletrificação de tratores agrícolas, baseados
no novo módulo gerador TERRA+.

Novo Eixo Kintra – Narrow para tratores de 25 a 70hp – Após comemorar a
produção de 500 mil eixos em sua planta matriz, localizada em Sorocaba, SP,
a ZF traz para o seu portfólio agrícola uma nova linha de eixos destinada a
tratores de pequeno porte. O portfólio de eixos-portal estreitos da série
Kintra é produzido pela ZF YTO. Uma de suas principais características está
na combinação de excelente vão livre e amplo ângulo de esterçamento, que
oferecem alto grau de manobrabilidade em aplicações off-road. O conceito
“blindado”, onde não há passagem de elementos rotativos fora das carcaças,
compõe um sistema de vedação eficiente e menos sensível a desgastes.

O portfólio de eixos conta com seis modelos que podem equipar tratores de 25
a 70hp nas mais diversas aplicações, onde menores raios de giro e design
compactos são fatores-chave, devido às restrições de espaço durante a
operação.

De acordo com Silvio Furtado, Diretor de Vendas da ZF América do Sul, o
objetivo é ampliar o portfólio de soluções para a área agrícola brasileira,
em constante expansão e modernização, e atender os tratores de pequeno porte
destinados a todos os tipos de operação no campo: “Com a nova família de
eixos, ampliamos o fornecimento para os setores agrícola e de construção,
que antes era de 75 a 240 cavalos de potência e passou a ser comercializado
a partir de 25 cavalos”.

Eixo TSA 23 – O eixo lançado pela ZF durante a edição anterior da Agrishow
também será levado para a exposição deste ano, por tratar-se de um produto
com elevado nível de tecnologia e desenvolvido para que o produtor obtenha
melhor desempenho de sua máquina aliado a uma precisão ainda mais apurada.
“A receptividade do mercado com o Eixo TSA 23 lançado durante a última
edição da Agrishow foi muito positiva, uma vez que foi um produto com design
e aplicação desenvolvidos integralmente pela engenharia de produto no Brasil
com suporte das demais áreas da empresa, mas principalmente em linha com a
necessidade do cliente final e das montadoras”, avalia Silvio Furtado. “O
resultado desse desenvolvimento trouxe garantias em produtividade, redução
de desperdícios e de gastos com manutenção”, explica o executivo.

Trata-se de um modelo de eixo com elevado nível de tecnologia aplicada
quando comparado aos demais, isso porque o equipamento traz o que há de mais
moderno em tecnologia exigida no campo. O Eixo TSA23 foi criado para equipar
tratores agrícolas com faixa de potência entre 160 e 240hp com novas
características para o mercado brasileiro. Um de seus principais atributos
está no sensor de esterçamento embutido na carcaça lateral. A tecnologia
possui interface com o GPS das montadoras e atua para manter sempre o trator
no percurso correto. Em casos de desvio do trajeto, o sensor corrige o
ângulo de esterçamento para que o trator volte para a rota estipulada, não
prejudicando a cultura.

Os cabos do sensor estão alocados no interior da carcaça do eixo, o que
evita danos no cabeamento e em conexões, aumenta a confiabilidade no produto
e reduz as paradas da máquina para manutenção por danos inerentes às
aplicações mais severas no ambiente de trabalho agrícola. Além disso, o eixo
oferece a possibilidade de trabalhar com implementos frontais devido a sua
elevada capacidade de carga, otimizando a operação do trator, que pode, ao
mesmo tempo, utilizar o implemento traseiro.

A localização do sensor, próximo às rodas, permite uma precisão ainda mais
apurada. Em função da maior exatidão e do melhor ângulo de esterçamento, o
produtor reduz desperdícios causados pelo amassamento do plantio no momento
em que o trator trafega em meio à plantação, aumentando sua produtividade. O
sistema de direção com 180 bar de pressão garante ainda mais segurança e
conforto ao operador durante a condução.

O Eixo TSA 23 recebeu em seu desenvolvimento um novo sistema para apoio do
Cardan que garante uma capacidade de carga até 25% superior em relação às
atuais versões de eixos. Como opção em seus eixos, a ZF disponibiliza o
diferencial autoblocante, largamente utilizado pelo mercado brasileiro, e
também a opção do bloqueio hidráulico do diferencial acionado pelo operador
do trator. Esta é mais uma vantagem sobre as outras soluções existentes no
mercado.

Outro diferencial da ZF é o fato de que ela não possui um eixo padrão, e
permite que o produto seja personalizado conforme a necessidade do cliente.
Ou seja, a montadora pode definir a redução do diferencial específico para
cada modelo de trator, escolher se utilizará o sensor de esterçamento ou
não, e ainda optar pelo diferencial autoblocante ou com bloqueio hidráulico,
por exemplo.

Por poder ser utilizado em aplicações mais severas, o Eixo TSA23, assim como
já acontece no TSA09, recebeu vedação especial. Isso permite que ele opere
sem sofrer danos em terrenos irrigados, como em cultura de arroz, em
máquinas que recebem implementos como a pá carregadeira e em solos muito
compactados.

A família de Eixo Tracionado TSA é composta pelos Eixos TSA20 e TSA23 nas
versões rígida e suspensa. Esses modelos atendem aplicações em tratores com
potências 160 – 240 hp. Já o TSA09 é destinado a tratores com potência de
até 90 hp. Uma importante vantagem é que a Família TSA conta com uma ampla
rede de peças em todo o Brasil.

Lindner Tractor – Em parceria com a montadora austríaca Lindner, a ZF
desenvolveu o protótipo de um trator-conceito semiautônomo que integra as
diversas soluções inovadoras disponíveis em seu portfólio de produtos,
explorando as megatendências da conectividade, inteligência artificial e
automação.

O protótipo se baseia no trator Lindner Lintrac 90, que a ZF equipou com uma
combinação de câmeras e sensores radar e lidar, seguindo o conceito
“See-Think-Act”, os sinais são processados pela plataforma de controle ZF
Pro AI que opera através de deep learning, mapeando um ambiente de 360° com
reconhecimento de presença de pessoas, processando ações que priorizem a
segurança e produtividade e executam comandos através da conectividade com
os controles do Driveline e Powertrain.

Um módulo adicional GPS conectado ao sistema de direção e à transmissão CVT
TMT09 da ZF, tornam a automatização de diversos processos possível, podendo
ser ativados até por meio de um aplicativo instalado em um tablet.

A tecnologia contida neste trator-conceito abre as portas para muitos
recursos inovadores, revelando um trator capaz de aprender. O trator possui
um sistema de auxílio que detecta arestas afiadas, delimitações no campo e
faixas – por exemplo as fileiras de plantações – e automaticamente mantém o
trator no caminho certo. Isso torna o processo e o sistema mais fácil e
eficiente para o motorista. E o próprio trajeto fica mais seguro graças ao
sistema de visão ampla do trator. O agricultor ainda pode ver tudo o que
acontece a sua volta pelas largas janelas do trator, mas pode facilmente
fazer o acompanhamento através de um tablet prático na cabine do condutor.
Enquanto estiver trabalhando no campo, o trator “aprende” o trajeto e o
armazena para uso posterior. Isso significa que após completar o primeiro
trajeto, o trator pode trabalhar no campo automaticamente, sem precisar de
um condutor. Graças à identificação de objetos e pessoas, o sistema está
sempre monitorando a segurança enquanto se desloca pelo ambiente.

Para Silvio Furtado,”essa tecnologia vai tornar o trabalho fácil para
operações em terras extensas, como acontece na Américas do Sul, por exemplo”.
A aplicação pode ser ideal para o trabalho em grandes fazendas, mas também
para fazendas menores, que podem se beneficiar dos recursos do
trator-conceito. Um recurso que é especialmente prático é o “follow me”. Com
este recurso ativado, o trator segue outro trator a sua frente
automaticamente. Se os dois veículos estiverem equipados com ferramentas
diferentes, isso pode ser utilizado para economizar tempo, completando duas
etapas ao mesmo tempo fazendo apenas uma viagem, por exemplo.

Arando com Assistência Elétrica – Há também outras abordagens para aumentar
a eficiência no campo de trabalho, reduzindo o consumo de combustível e
operando de maneira ecologicamente correta. Por exemplo, a ZF integrou seu
sistema de acionamento elétrico próximo das rodas eTRAC com o arado. O
módulo de controle do gerador TERRA+, que também foi desenvolvido pela ZF,
alimenta a unidade edrive. O resultado é a tração adicional, que facilita o
trabalho em condições adversas, como por exemplo, quando o solo é macio. A
força adicional fornecida pela eTRAC também significa que um trator de motor
menor consegue puxar um arado maior – o que significa produtividade. Afinal,
a compactação do solo por equipamentos pesados é um problema generalizado
para as culturas.

Eletrificação em Tratores Agrícolas – A ZF fornece sistemas completos para
eletrificação de tratores agrícolas, baseados no novo módulo gerador TERRA+.
O sistema compreende um módulo eficiente que é integrado à carcaça da
transmissão. Ele pode ser usado como gerador para componentes periféricos e
implementos, fornecendo até 70 kW de potência elétrica.

Além disso, a ZF fornece unidades controladoras para gestão eficiente de
energia do sistema híbrido. A integração entre gerador, motores a combustão
e elétricos e unidade controladora mantém os parâmetros operacionais sempre
nos níveis de maior eficiência.

Cerca de 5% de redução de consumo pode ser atingida com a gestão de energia
sob demanda, atrelada à potencialização da produtividade e força trativa,
além de redução de emissão de CO2.

Com a geração adicional de potência, mais trabalho pode ser gerado sem a
necessidade de utilização de um trator de maior porte, reduzindo os custos
de operação e inclusive minimizando a compactação do solo.

Com os redutores de rodas elétricos, a ZF desenvolveu uma solução inovadora
para operações fora-de-estrada, atendendo às aplicações de maior requisito
tecnológico. O sistema consiste na substituição do Driveline convencional
por motores elétricos individuais, dispostos tanto nas rodas do trator como
do reboque ou implemento, provendo uma alta eficiência trativa da composição
em terrenos irregulares e inclinações de até 30%.

Conjunto de embreagem – O conjunto de embreagem da ZF estará mais uma vez em
exposição na Agrishow. O equipamento garante maior durabilidade ao
trem-de-força das máquinas e maior conforto durante a troca de marchas,
graças ao sistema de amortecimento tracional e axial utilizado no disco de
embreagem. Para elevar ainda mais a qualidade aos equipamentos que recebem o
conjunto, o mancal de acionamento possui alta durabilidade e o platô de
embreagem, que foi totalmente otimizado para a máquina agrícola, reduz o
esforço de acionamento do pedal e do atuador.

Amortecedores de cabine para uma condução ainda mais suave – Também
presentes na Agrishow 2018 estarão dois modelos de sistemas de amortecimento
de cabine, CALM e Steel Spring. Ambos estão disponíveis nas opções
pneumáticas ou mecânicas e são totalmente vedados, o que impossibilita que
sejam impactados por sujeiras ou influências externas. Os sensores
integrados dos amortecedores fazem com que atuem conforme as oscilações do
terreno, garantindo maior conforto ao operador durante a condução da
máquina. Por possuírem menor número de componentes, os amortecedores ocupam
menor espaço de instalação.

Fotos dos produtos: bit.ly/2Fjyqqk
Vídeos com o trator semiautônomo: bit.ly/2FfVdDm

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: