Webasto está acelerando seu desenvolvimento estratégico

“Continuamos com o crescimento iniciado em 2017 e estamos acelerando o
desenvolvimento estratégico de longo prazo da Webasto”, é como podem ser
resumidos os pontos principais colocados pelo Dr. Holger Engelmann,
presidente do Conselho de Administração da Webasto SE, em coletiva anual de
imprensa. O evento foi realizado no novo Centro de Administração e P&D, na
sede da Webasto, em Stockdorf (Alemanha), que foi inaugurado durante a
cerimônia no mesmo dia. A Webasto investiu aproximadamente 40 milhões de
euros na construção, desenvolvida para promover uma cooperação global de
projetos. Ela dispõe de cerca de 550 escritórios modernos e atraentes,
possui uma área de testes de 2.000 m² para sistemas de teto e também
representa o primeiro marco da expansão de longo prazo em Stockdorf.

As vendas do Grupo Webasto aumentaram em dois dígitos no ano passado, pela
quarta vez consecutiva, e somaram 3,5 bilhões de euros. A participação em
vendas correspondente aos negócios de tetos solares e tetos panorâmicos foi
de 2,6 bilhões de euros (75% do total de vendas), enquanto que os tetos
conversíveis obtiveram 314 milhões de euros (9%) e os sistemas de
ar-condicionado e térmicos geraram 553 milhões de euros – completando os 16%
restante. Na China, o maior mercado único, a Webasto gerou vendas de mais de
um bilhão de euros, chegando a 34% no total de vendas pela primeira vez no
ano passado. O mercado nacional da Webasto, a Alemanha, ainda gerou 18% das
vendas totais. Em uma perspectiva regional, a distribuição de vendas do
Grupo Webasto foi a seguinte: 43% na Europa, 40% na Ásia e 17% nas Américas.

A fornecedora automotiva teve um salto em sua margem de lucro de 7,1% em
2017, comparada com os 6,5% do ano anterior. O número de colaboradores
cresceu no mesmo período em 4%, para cerca de 13.000 pessoas. O aumento de
funcionários aconteceu principalmente na China e na Alemanha. “Ampliamos
nossa expertise em eletrônica especialmente na Alemanha,” explicou
Engelmann.

Em 2017, a Webasto fortaleceu ainda mais sua liderança tecnológica: os
aportes em pesquisa e desenvolvimento somaram 233 milhões de euros. Assim
como nos anos anteriores, nosso objetivo é no aumento constante em
eficiência e padronização. Os investimentos em escritório e fábricas
contabilizaram 176 milhões de euros em relação ao ano fiscal passado (2016:
150 milhões de euros), com foco na China e Europa.

Estreia bem-sucedida no mercado de eletromobilidade

Olhando para o futuro, Engelmann anunciou: “Investiremos 600 milhões de
euros no desenvolvimento estratégico da Webasto nos próximos três anos. Isso
vai impulsionar nossa estratégia de ‘fortalecimento e participação’, que nos
permitirá reforçar nossas áreas principais de negócios e abrir novos
segmentos,” continuou o executivo. Os investimentos são destinados a novos
produtos e recursos para o nosso core business e ao desenvolvimento de
capacidades e estruturas. “Um importante objetivo será a expansão de novas
áreas para o mercado de eletromobilidade,” acrescentou Engelmann.

A empresa ainda ganhou um suporte eficaz para o crescente mercado de
eletromobilidade. Há algumas semanas, por exemplo, a Webasto e a Samsung SDI
firmaram um contrato que cobre o desenvolvimento e fornecimento de um módulo
de bateria para o sistema de bateria padrão da Webasto para veículos
comerciais. Além disso, a Webasto recebeu recentemente, de uma fabricante de
ônibus, seu primeiro pedido já desenhado de um sistema de bateria.

A Webasto também trouxe ao mercado suas primeiras soluções de recarga em
2017. Elas são produzidas na unidade de eletrônica da empresa em Schaidt,
que a Webasto assumiu em 2017. A companhia também está se beneficiando da
crescente demanda por aquecedores de alta voltagem para híbridos e
elétricos. Temos hoje mais de 60 pedidos desses dispositivos de fabricantes
no mundo todo – os juros são particularmente altos na China. Por isso, a
produção está sendo expandida em Neubrandenburg e uma nova unidade de
produção será criada na cidade chinesa de Wuhan, no fim de 2019.

Cenário

A previsão para o ano fiscal atual mostra um otimismo cauteloso. A margem de
vendas e lucro no primeiro trimestre de 2018 ficou um pouco abaixo em
relação ao mesmo período do ano passado. A carteira de pedidos aumentou de
1,3 milhão de euros a 14,9 bilhões de euros. Levando em conta o cenário de
investimentos realizados e as tendências do mercado global, a Webasto
trabalha com a suposição de que os números para o ano poderão ser comparados
aos do ano anterior.

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: