Batalha entre brasileiros e venezuelanos traz desafios para governos e sociedade civil

Bom dia!

O final de semana foi de tensão no extremo norte do Brasil, onde dia a dia se agrava um problema que coloca desafios não só para governos, mas para a sociedade civil brasileira. Em Pacaraima, cidade do estado de Roraima que faz fronteira com a Venezuela e tem recebido influxo de venezuelanos que fogem da miséria provocada pela ditadura de Nicolás Maduro, brasileiros e imigrantes entraram em conflito no sábado (18), depois de uma manifestação pacífica: carros de moradores da cidade e pertences dos imigrantes foram incendiados. No calor da batalha campal, 1.200 venezuelanos deixaram o Brasil.

Limites. Até onde se sabe, os brasileiros reagiram a um assalto perpetrado por quatro venezuelanos que deixou um comerciante local gravemente ferido. A verdade, porém, é que a sociedade sente a pressão – a migração de venezuelanos testa os limites da compaixão em Roraima:

Funcionários públicos estimam que a população da capital do estado aumentou mais de 10% devido ao desembarque de venezuelanos nos últimos dois anos. Isto está tensionando a economia local e afetando as percepções de segurança, apontam muitos moradores locais.

Desafio. A situação econômica brasileira não ajuda, e as gestões petistas têm muita responsabilidade sobre a crise que se instalou na Venezuela, mas isso não pode justificar atos de xenofobia e violência. Agora, o governo federal vai enviar 120 homens da Força Nacional para o estado e intensificar a coordenação com outros estados brasileiros para absorver o fluxo migratório. O desafio não é invencível: enquanto se estima que o número de venezuelanos no Brasil seja de 40 mil, na Colômbia eles já são 870 mil. Mais um tema essencial para a campanha eleitoral.

De volta

Lembra das 10 medidas contra a corrupção? Pois agora elas são 70 e seus formuladores estão buscando candidatos ficha-limpa e comprometidos com a democracia para assinar um compromisso com a lista de medidas. Neste domingo (19), foi a vez de Curitiba sediar um ato sobre o tema. 

Esperando…

Outro desafio para o país é a bomba-relógio do transporte rodoviário: o acordo com os caminhoneiros, cheio de remendos, vai cair no colo do próximo presidente. E o país carece de soluções para o curto e o longo prazos: qual presidenciável vai propô-las?  

Diga-me com quem andas

No Sul e no Sudeste, praticamente isolado. No Nordeste, coligado com dezenas de partidos, inclusive os “golpistas”. No cômputo geral, Catarina Scortecci mostra que, em 10 estados brasileiros, o PT se lança sozinho ou aliado apenas ao PCdoB.

Ciro paz e amor

Você também está com a impressão de que o Ciro Gomes (PDT) está tomando maracugina? Não é ponto sem nó: com base em pesquisas qualitativas, o pedetista tenta se afastar da imagem de explosivo para atrair os indecisos.

Olho neles

Vice de Geraldo Alckmin (PSDB), a senadora Ana Amélia (PP), está cumprindo sua função de fortalecer as bandeiras do agronegócio na chapa, para tentar roubar votos de Jair Bolsonaro (PSL). Palavras dela:

Com a migração do crime organizado da área urbana para a rural, é cada vez maior o número de assaltos nas propriedades, com roubo de gado, equipamentos, insumos e, o mais grave, o risco à vida dos produtores, suas famílias e seus trabalhadores. A situação é grave!

Em tempo. Não por acaso, ela também curtiu o enquadro que Marina Silva (Rede) deu no ex-capitão, durante o debate na RedeTV, na sexta-feira (17) à noite. 

Se cobrir…

Falando no debate entre os presidenciáveis, a percepção geral dos comentaristas foi de vitória de Marina Silva, a única que soube a aproveitar o ringue montado pela RedeTV. Eu discordei dessa leitura: você pode assistir aos comentários que fizemos analisando quem ganhou e quem perdeu o debate. 

Onipresente

E quem viu o debate ouviu Geraldo Alckmin e Ciro Gomes falarem no IVA, o Imposto sobre Valor Agregado. Fabiano Klostermann explica a ideia, cada vez mais consensual, de simplificar as normas tributárias e facilitar o processo de pagamento de tributos.

Problema nacional

Nesse período eleitoral, o Editorial da Gazeta do Povo parte de um fato patente – o Paraná não sabe onde quer estar daqui a 20 anos ou 30 anos – para fazer um convite que, a bem da verdade, se estende a todo o Brasil:

À medida que os planos de governo vão sendo registrados e os candidatos apresentam suas propostas na campanha, que consigamos identificar quem assumirá o compromisso com a elaboração de uma visão de futuro consistente para o estado: ambiciosa, mas não mirabolante, compreendendo o papel do poder público, sem dirigismos ou voluntarismos.

Vai faltar toalha

O governo Temer já admite que boa parte de seus projetos de concessão de infraestrutura na área de transportes não vai sair do papel neste ano.

Farinha pouca…

Com a bomba armada pela PEC do Teto em um país que não fez reformas estruturais para cuidar dos seus gastos, todo mundo está manobrando. Quer saber como os juízes pretendem furar o teto de gastos? Flávia Pierry te explica.

Afinidade

Por que dois pequenos países líderes em inovação querem ser parceiros do Brasil? Marcos Tosi explica: tem a ver com nosso potencial agrícola

Ela voltou

A mostra Queermuseu, contestada pela sociedade civil por expor crianças a conteúdos inapropriados, está de volta, agora no Rio de Janeiro, e já no centro de outra polêmica: um juiz proibiu o acesso de menores de 14 anos.

Futebol

Mauro Cezar faz uma reflexão sobre a pergunta clássica: quando é hora de trocar de técnico? Para o colunista, a defesa incondicional dos técnicos ignora a realidade dos clubes.

Volta ao mundo em 1 minuto

Luto. Morreu aos 80 anos Kofi Annan, ex-secretário-geral da ONU, entre 1997 e 2006, e ganhador do Nobel da Paz. Nascido em Gana, Annan deixa 3 filhos.

Japão. Lembra aquela história de que o governo japonês queria fechar os cursos de Humanas? Parte problema real, parte mal entendido, fato é que a proposta não foi para frente, a começar pela reação do próprio setor produtivo, que reconhece o valor das humanidades. Murilo Basso e Maurício Brum contam para você.

Coreia. Através de 5 histórias de jovens norte-coreanos que migraram para a Coreia do Sul, é possível ver como o espírito empreendedor, a expressão artística e a vontade de competir florescem à medida que se deixa um país dedicado a um culto à personalidade em direção ao tumulto do capitalismo.

Estilo de vida

Camisas feitas de plástico? Confira a seleção dos nossos editores:

Aquela promessa… Isadora Rupp (Viver Bem) recomenda: “Segunda-feira é dia de cumprir a promessa de se alimentar melhor – e você pode começar escolhendo os chamados alimentos fitoquímicos. O nome soa pomposo demais? Nada disso: muitos estão provavelmente na sua fruteira e, além de prevenir doenças, contribuem muito para a saúde da pele”. 

Boa ideia. Luan Galani (Haus) recomenda: “A nova camisa da Adidas para o Real Madrid traz uma novidade: é feita a partir de lixo plástico encontrado no oceano. Veja como é o novo figurino e o que ele tem de diferente”. 

Paraná

Olhos nos olhos! Quero ver o que você faz. Audrey Possebom (Política Paraná) escreve:

Cara a cara. A governadora Cida Borghetti e o deputado Ratinho Jr. abrem a série de debates entre candidatos ao governo do Paraná, promovida pela Gazeta do Povo. O debate ‘olho no olho’ entre os dois candidatos será transmitido ao vivo no site da Gazeta e nas mídias sociais a partir das 14h30 desta segunda (20).

Em família. A disputa entre ‘políticos de família’ e ‘outsiders’ revela muito sobre a própria história política paranaense, sempre ligada por laços de sangue.

Combate à corrupção. Fizemos duas perguntas para os candidatos ao governo do estado sobre como eles pretendem agir em relação ao combate à corrupção. O próximo governante terá o desafio de ser mais rigoroso com quem se envolve em irregularidades”.

Curitiba

Não vai faltar programação esta semana para você. Confira a seleção dos nossos editores:

Agenda. Gilson Garrett Jr. (Guia) recomenda: “Circo, música ao vivo em vila gastronômica e estreia do filme que retrata a vida de Pablo Escobar. Veja o roteiro que preparamos especialmente para você curtir a cena cultural curitibana de segunda a sexta-feira!

Que delícia! Talita Boros Voitch (Bom Gourmet) recomenda: “Saiu a lista dos indicados ao Prêmio Bom Gourmet 2018! Mais de 180 estabelecimentos e 21 chefs disputam os títulos de melhores da gastronomia de Curitiba. Os vencedores serão conhecidos no dia 30 de agosto! Para quem vai a sua torcida?”  

Novidades. Luan Galani (Haus) recomenda: “Prêmio Bom Gourmet 2018 agora também vai se debruçar sobre a arquitetura e decoração de restaurantes, bares, cafés/empórios e vilas gastronômicas. Confira os indicados na estreia de Haus na premiação!” 

E não deixe de conferir antes de ir embora:

Help! Você não vai acreditar no tipo de coisa que os clientes de aplicativos de transportes esquecem nos carros. Sorte que a Gazeta preparou um tutorial para você recuperar os itens esquecidos.

Uma ótima semana a todos!

Mais na Gazeta do Povo!

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: