Alvaro sugere que eleitores têm ‘cumplicidade com o crime’ ao comentar Datafolha

O candidato à Presidência Alvaro Dias (Pode) sugeriu nesta quarta-feira (22), após divulgação de pesquisa Datafolha, que eleitores têm cumplicidade com o crime.

O levantamento mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a corrida eleitoral, com 39% das intenções de voto. Alvaro Dias aparece com 3% e 4% em cenários distintos. “A pesquisa revela que há muita cumplicidade com o crime no país, muita conivência diante da desonestidade e da corrupção”, disse.

Leia também: Bolsonaro x Lula: quem ganha a disputa nos estados, segundo o Ibope

Dias afirmou que o presidente Michel Temer “é o grande cabo eleitoral” de Lula. “O crescimento do político preso se dá em razão do desastre que é a administração Michel Temer. Os petistas transferem a Temer a responsabilidade pelo desastre, mas na verdade são parceiros desse desastre”, afirmou.

Ao avaliar a pesquisa, o senador disse que o resultado deixa a impressão de que há uma indiferença das vítimas desses políticos com seus algozes. Sobre sua posição no levantamento, argumentou que ainda é pouco conhecido e tem baixo índice de rejeição.

Metodologia

O Datafolha ouviu 8.433 pessoas em 313 municípios, de 20 a 21 de agosto. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou menos. A pesquisa é uma parceria da Folha e da TV Globo e foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR 04023/2018. O nível de confiança é de 95%.

Mais na Gazeta do Povo!



Leia Também:
Anterior:

Próxima: