Alckmin e Bolsonaro vão ao RS com objetivos opostos: um quer ganhar votos; outro, não perder

Os presidenciáveis Geraldo Alckmin (PSDB) e Jair Bolsonaro (PSL) voltarão a disputar um mesmo eleitorado nesta semana – desta vez, o embate ocorrerá no Rio Grande do Sul. Ambos visitarão a Expointer 2018, em Esteio, na região metropolitana de Porto Alegre, feira que reúne produtores agropecuários do estado e que é considerada um dos principais eventos da agenda gaúcha. Os objetivos de ambos, porém, são opostos: Alckmin não quer perder votos e Bolsonaro quer ganhar ainda mais.

Alckmin tem agenda prevista no evento nesta terça-feira (28). Vai à feira acompanhado de sua candidata a vice, Ana Amélia (PP) – que é natural de Lagoa Vermelha, na Serra Gaúcha, e defende posições favoráveis ao agronegócio. O candidato ao governo do Rio Grande do Sul do PSDB, Eduardo Leite, acompanhará os postulante tucano ao Planalto.

DESEJOS PARA O BRASIL: Democracia aprofundada, com uma política moralmente exemplar

Nesta segunda-feira (27), Alckmin, que busca evitar a perda de votos para Bolsonaro, estará em Pelotas, no Sul gaúcho, onde visitará, juntamente com o candidato tucano ao governo do estado, um centro de atendimento a autistas e fará corpo a corpo no Mercado Público do município. De lá, segue para Porto Alegre, segundo sua assessoria.

Bolsonaro tem chegada prevista na capital gaúcha para a quarta-feira (29) e visitará a Expointer no mesmo dia. Além de aumentar seus votos no Rio Grande do Sul, o candidato do PSL à Presidência pretende reforçar sua aproximação com o agronegócio – após ter comparecido, no sábado (25), à Festa do Peão de Barretos.

LEIA TAMBÉM>>> O fim de semana dos presidenciáveis: o que você precisa saber se perdeu o noticiário

Outros candidatos

A assessoria do candidato à Presidência pelo PSOL, Guilherme Boulos, informou que ele deverá visitar o Rio Grande do Sul até o fim desta semana – vai a Porto Alegre e Canoas, mas não confirmou visita à Expointer. Ciro Gomes, do PDT, e Fernando Haddad, candidato à vice pelo PT, não tinham fechado a agenda até ontem.

Alvaro Dias, do Podemos, não tem viagem prevista à Região Sul nesta semana. As assessorias de Marina Silva, da Rede, Henrique Meirelles, do MDB, e Cabo Daciolo, do Patriota, não atenderam à reportagem.

Mais na Gazeta do Povo!

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: