Gleisi não pode mais atuar como advogada de Lula, decide juíza

Por decisão da juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, a senadora e presidente do PT, Gleisi Hoffman, e o tesoureiro do partido, Emídio de Souza, não podem mais atuar como advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A juíza questionou a atuação da defesa de Lula e acatou um pedido do Ministério Público Federal (MPF). Ela argumenta que parlamentares não podem atuar como advogados em casos que envolvam empresas de economia mista, como a Petrobras, envolvida na Lava Jato.

Com a decisão, Gleisi fica impedida de ter abertura para fazer visitas diárias a Lula. No site do PT, Gleisi rechaçou a decisão: “Nem a ditadura impediu advogados de visitar presos”.

“A fim de não haver dúvidas, registre-se que esta decisão se restringe à impossibilidade de atuação de Gleisi Helena Hoffmann e Emidio Pereira de Souza na qualidade de procuradores do executado. Não há aqui vedação à visitação ao detento”

Mais informações em breve.

Mais na Gazeta do Povo!

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: