Bolsonaro e Haddad seriam os piores nomes para presidente, dizem eleitores

Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) são os piores nomes para presidente do Brasil, segundo pesquisa* encomendada pela XP Investimentos e realizada pelo Ipespe. O capitão da reserva é apontado como o pior nome por 29% dos entrevistados e o ex-prefeito de São Paulo por 23%. Considerando a margem de erro de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos, eles estão empatados tecnicamente. A pesquisa foi divulgada nesta sexta-feira (31).

Os demais candidatos à Presidência da República aparecem numericamente com menos de 10%. Marina Silva (Rede) foi citada por 9% dos entrevistados, seguida por Geraldo Alckmin (PSDB) com 6%, Guilherme Boulos (PCdoB) com 4%, Ciro Gomes (PDT) com 3%, Henrique Meirelles (MDB) com 2%, Cabo Dacíolo (Patri) com 2%.  José Maria Eymael (DC), Vera Lúcia (PSTU) e João Goulart Filho (PPL) tem 1%. Os presidenciáveis João Amoêdo (Novo) e Alvaro Dias (Podemos) ficaram com 0%. Já 17% disseram não saber e 4% preferiram não responder. 

LEIA TAMBÉM: Em São Paulo, Bolsonaro supera Alckmin e lidera com 23,1%, diz Paraná Pesquisas

A pergunta “Em sua opinião, qual destes candidatos seria o pior para o Brasil?” foi feita para toda a amostra e considerou o nome de Fernando Haddad como candidato. O ex-presidente Lula, que por enquanto é o candidato oficial do PT até ter sua candidatura barrada pela Justiça Eleitoral, não foi apresentado como opção aos entrevistados. Haddad, porém, deve ser o substituto de Lula quando a Justiça impugnar a candidatura do ex-presidente, preso em Curitiba desde abril por condenação em 2.ª instância no caso triplex.

SAIBA MAIS: Lava Jato cobra R$ 31 milhões de Lula no caso triplex

Bolsonaro x Haddad: polarização

Além de perguntar para todos os entrevistados qual seria o pior nome para presidente, a pesquisa repetiu a mesma questão para os eleitores de cada um dos citados como candidatos ao Planalto. Nesse caso, Jair Bolsonaro é apontado como o pior candidato pelos eleitores de Fernando Haddad, Marina Silva, Ciro Gomes e João Amôedo. Já os eleitores de Geraldo Alckmin, Alvaro Dias e Jair Bolsonaro apontam Fernando Haddad como pior nome para a Presidência.

Metodologia

*Pesquisa realizada pelo Ipespe de 27 a 29 de agosto com 1.000 entrevistados em todo o Brasil. A contrat ante foi a XP Investimentos. A pesquisa foi realizad apor telefone. Registro no TSE: BR-07829/2018. Margem de erro: 3,2 pontos percentuais. Confiança: 95,45%. 

Mais na Gazeta do Povo!

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: