TSE rejeita contestação de Meirelles à coligação de Alckmin

Por unanimidade, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitaram um questionamento feito pelo presidenciável Henrique Meirelles (MDB) contra a coligação de Geraldo Alckmin (PSDB).

O MDB apontou um problema formal e contestou informações prestadas por alguns partidos que fizeram aliança com o tucano, que não escreveram em ata os nomes de todas as siglas com quem estavam se unindo.

O objetivo de Meirelles com a contestação era diminuir o número de partidos coligados com o PSDB e, com isso, reduzir em 35% o tempo de Alckmin na propaganda na TV e no rádio.

No entanto, os magistrados entenderam que um terceiro, o MDB, não tinha legitimidade para questionar a disposição das legendas de se unirem a outras.

Mais na Gazeta do Povo!



Leia Também:
Anterior:

Próxima: