Fernando Haddad confirma viagem a Curitiba e fala como advogado de Lula

Vice na chapa inicial apresentada pelo PT na corrida ao Planalto, Fernando Haddad afirmou neste sábado (1º) que estará em Curitiba nesta segunda-feira (3) para discutir os próximos passos da candidatura do partido com o ex-presidente Lula, preso pela Lava Jato na Superintendência da Polícia Federal de Curitiba.

“Falo como advogado dele. Vamos levar o quadro jurídico do que é possível fazer”, afirmou Haddad, após a recusa de candidatura de Lula à presidência, determinada ontem no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Com formação em Direito, o ex-prefeito de São Paulo – e provável cabeça de chapa do PT - deve ser um dos principais articuladores da estratégia, já que a senadora Gleisi Hoffmann está proibida de atuar como advogada de Lula e, portanto, não pode mais fazer visitas – exceto em horários de visitas sociais.

VEJA TAMBÉM:TSE declara Lula ficha suja e barra candidatura a presidente

Haddad passou o dia em Pernambuco e, em Garanhuns (PE), disse que estará acompanhado de outros advogados do ex-presidente na segunda-feira. Ele tem o hábito de viajar no início da semana para visitar Lula.

“Estávamos confiantes de que o registro não seria julgado ontem (sexta, dia 31) até porque a defesa não tinha apresentado as alegações finais”, disse.

O documento de defesa foi protocolado 53 minutos antes do término do prazo, na quinta-feira (30). A estratégia era ganhar tempo para postergar o julgamento. A presidente do TSE, ministra Rosa Weber, decidiu, mesmo assim, colocar o assunto em debate, que só terminou às 2h da madrugada de sábado.

Segundo Haddad, ele e os demais advogados vão estudar a estratégia, já que o placar de 6×1 contra a candidatura possibilita novos recursos. O partido tem dez dias para apresentar um novo cabeça de chapa.

Mais na Gazeta do Povo!

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: