Pela segunda vez, defesa de Lula tenta viabilizar candidatura através na ONU

Na noite desta segunda (3), a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva informou que, novamente, entrou com uma petição ao Comitê de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas) para assegurar que o Brasil cumpra a decisão do órgão e libere a candidatura do petista.

A petição requer que o comitê dê nova decisão reiterando a obrigação do Estado brasileiro de acatar o entendimento de 17 de agosto.

VEJA TAMBÉM:  Por que Fachin, ministro linha dura da Lava Jato no STF, votou a favor de Lula no TSE? 

Na ocasião, o órgão disse que o Estado brasileiro deveria tomar todas as medidas necessárias para permitir que Lula exercitasse seus direitos políticos da prisão como candidato.

A posição do comitê da ONU, contudo, não foi observada pela maioria dos ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que votou pelo indeferimento da candidatura do ex-presidente.

Mais na Gazeta do Povo!

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: