Em vídeo no hospital, Bolsonaro agradece médicos e diz que ‘nunca fez mal a ninguém’

Horas após ser esfaqueado durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG) na tarde de sexta-feira (6), o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) falou em vídeo gravado dentro do hospital, durante visita feita pelo senador Magno Malta (PR-ES). Com dificuldade de se expressar após uma cirurgia, ele faz agradecimentos à equipe de médicos responsáveis pelo seu atendimento, a Deus e a sua família.

“A dor era insuportável e parecia que tinha algo mais grave acontecendo”, descreveu. Bolsonaro ainda comparou o momento a uma “bolada na barriga durante um jogo de futebol”.

LEIA MAIS: Bolsonaro corre risco de morte? Tudo que se sabe até agora sobre o atentado

“Adianto a todos que eu me preparava para um momento como esse, porque você corre riscos. Mas de vez em quando a gente não vinga, né? Será que o ser humano é tão mal assim? Nunca fiz mal a ninguém”, disse o candidato. O vídeo foi publicado pelo site O Antagonista às 02h07 desta sexta-feira (7)

Em entrevista coletiva na noite de quinta, os médicos que realizaram a cirurgia de emergência confirmaram que o candidato deu entrada em estado grave no Hospital Santa Casa de Misericórdia. Bolsonaro está na Unidade de Terapia Intensiva e não pode ser transferido, pelo menos até a manhã desta sexta, para São Paulo. Uma equipe do Hospital Sírio Libanês deve chegar por volta da meia-noite para avaliar o quadro clínico, informado como estável pela equipe mineira.

Bolsonaro passou por uma cirurgia para reparar cinco lesões: uma na artéria mesentérica superior (que sai da aorta e irriga o intestino e outros órgão dos abdômen), outra no intestino grosso e três no intestino delegado.

Mais na Gazeta do Povo!

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: