Ponto Virtual para controle da jornada de trabalho dos motoristas

Recurso é disponível por aplicativo Android e permite ao motorista registrar suas horas de trabalho de modo prático e simples pelo smartphone

Divulgação

Um dos principais desafios das empresas de transporte é controlar a jornada de trabalho de seus motoristas. Por não estarem na empresa, não há uma informação exata sobre o horário trabalhado e a realização dos períodos de descanso. Para resolver essa questão, a Praxio, referência em soluções para transportadoras de cargas e passageiros, lança o Ponto Virtual.

00
Ele consiste em um aplicativo disponível para qualquer smartphone Android e é interligado ao sistema de registro de ponto da empresa. Assim, toda vez que o motorista acionar o app, ocorre um registro na plataforma, seja marcando o início do trabalho, a hora do almoço, o descanso obrigatório e a conclusão do expediente.

Assim, o empregador exerce um maior controle sobre a jornada de seu funcionário, uma vez que consegue verificar as horas trabalhadas e a localização do veículo, por exemplo. O motorista, por sua vez, pode verificar seus registros no próprio aplicativo por meio do portal do trabalhador. Além disso, é possível enviar alertas sonoros, avisando-o sobre a necessidade do cumprimento do horário de descanso, entre outras situações.

Com um custo bem menor em relação ao tradicional relógio de ponto físico, a nova solução também dispensa a manutenção de equipamentos, como atualização e adequação de softwares, e também o armazenamento dos arquivos fiscais pelo período legal trabalhista exigido.

O Ponto Virtual resolve uma questão abordada na Lei 13.103/2015, conhecida como Lei do Motorista, que reformulou a legislação sobre o trabalho de motoristas em empresas de transporte, tanto de passageiros quanto de cargas. No caso específico sobre o controle e registro de trabalho, mais do que um direito do trabalhador, passou a ser um dever da empresa controlar a jornada de todos os seus colaboradores.

Mas como fazer isso se os motoristas ficam em constante deslocamento? Antigamente, o funcionário era o único responsável pelas informações, ou seja, ele fazia o registro manual e passava à empresa – que não tinha como contestar os dados marcados. Uma alternativa foi utilizar os serviços de monitoramento, para saber quanto tempo o veículo esteve em deslocamento. Mas tampouco fornecia uma visão completa e acurada.

“O setor de transportes sempre sofreu com incertezas nessa questão e tanto empresas quanto os trabalhadores enfrentavam problemas. Com o Ponto Virtual, conseguimos resolver essas demandas ao trazer uma solução que apresenta dados confiáveis e facilita a vida das duas partes envolvidas”, comenta Lauro Freire, diretor e sócio fundador da Praxio.

Assessoria de Imprensa

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: