Stock Car – Comentários de domingo – Cascavel 2018

Felipe Fraga

Felipe Fraga, P2/P7: Era de um final de semana assim que nós precisávamos para entrar de vez na briga pelo título com o Daniel Serra. Estou muito feliz pelo nosso trabalho e agora vou continuar focado junto com a equipe, que fez mais um belo trabalho. Nós tínhamos um ótimo carro e foi até positivo não brigar até o final pela vitória na corrida 1. Essa economia de equipamento me deu condições de ter um bom carro também na corrida 2 e de conquistar mais pontos importantes.

Marcos Gomes, P3/P11 : Foi muito importante descontar 25 pontos do líder do campeonato hoje. Assumimos o terceiro lugar na tabela e estamos 32 pontos do primeiro colocado, restando quatro etapas para o término da temporada. São três rodadas duplas e a última prova valendo 60 pontos, então estamos na disputa pelo título. O final de semana poderia ter sido ainda melhor, acredito que tínhamos desempenho para conseguirmos mais pontos, mas saio contente de Cascavel.

Julio Campos, P4/P2: A estratégia da equipe foi muito inteligente. Foi uma corrida muito boa, fizemos os pontos que a gente queria. A vitória não veio, mas foram dois resultados importantes, um quarto e um segundo lugar.

Cacá Bueno, P6/P5: Acredito que esse quinto e essa sexta posição na primeira prova estão de bom tamanho para nós. O campeonato ficou bem mais aberto depois dessa etapa e isso nos motiva ainda mais para as próximas corridas. Eu tive diversos problemas durante a prova, o motor não funcionou do jeito que gostaria, eu larguei mal na primeira corrida, recuperei na pista e a equipe também fez um grande trabalho de pit-stop. Na segunda prova eu vinha muito rápido, mas tivemos várias entradas de safety car e depois ainda tivemos que colocar um pneu bem usado nesse segundo pit-stop, o que prejudicou um pouco nosso trecho final. Apesar disso, foi uma etapa bem positiva.

Thiago Camilo, P8/P4: Poucas vezes em toda minha carreira na Stock Car fiquei tão chateado com uma vitória escapando das mãos como hoje. A estratégia estava sendo executada à perfeição, o carro estava rápido, eu tinha aberto uma vantagem que dificilmente seria desfeita quando a Bia bateu. Mesmo assim, na relargada, eu estava mais rápido que o Átila e fatalmente conseguiria ultrapassá-lo usando o botão, mas aí veio a falha do câmbio. Tivemos um início de ano complicado, a equipe vem dando um passo à frente a cada fim etapa, e precisávamos dessa vitória para afirmar nossa evolução.

Lucas Foresti, P9/P17 : Um problema na porca acabou nos fazendo perder segundos preciosos que resultaram em mais de dez posições perdidas na pista. Uma pena. Era para ser o melhor fim de semana do ano, mas fico feliz em ver que conseguimos novamente apresentar um bom desempenho. Estamos no caminho certo.

Rafael Suzuki, P10/P3: Hoje deu tudo certo. Na primeira corrida, me foquei ao máximo para poder buscar o décimo lugar. O Amadeu (Rodrigues) me incentivando e eu ‘suando’, querendo chegar no Lapenna e deu certo. Mesmo que eu tenha usado mais ‘pushs’ do que imaginei na primeira corrida, largar na pole é sempre bom, porque você fica longe da confusão e consegue abrir uma diferença. No final da última prova, faltou um ‘push’ para garantir o segundo lugar. Mas não tenho do que reclamar. Este pódio é fruto de muito trabalho de toda a equipe. Eles trabalharam duro, é um resultado de todos nós e merecido. Agora vamos trabalhar e pensar em ganhar. O carro estava muito rápido. Fico feliz, pois temos dado um passo pra frente a cada corrida e, como o nosso planejamento é a longo prazo, isso me motiva cada vez mais.

Denis Navarro, P14/não terminou : Estou satisfeito com os pontos que conquistei na corrida 1, mas tinha chances de um resultado ainda melhor na prova 2, já que tínhamos feito um reabastecimento bom na primeira prova. Eu tinha boas chances de conquistar um top-10, mas tive um toque com um adversário e infelizmente saímos da prova 2.

Antonio Pizzonia, P15/P8: Acredito que agora é fazer uma revisão geral no carro e focar para as próximas, para brigarmos pelas primeiras posições. Como estou mais pra trás no campeonato, meu foco pode ser mais voltado para pódios e para estratégias mais arriscadas em busca da vitória, se conseguirmos o melhor ajuste.

Ricardo Zonta, P16/P9: A primeira corrida largando lá atrás foi difícil, já me deram um toque na traseira. Consegui escapar da grande batida, mas na reação, o carro que vinha atrás arrancou o extrator, o que me fez perder toda a estabilidade nas curvas de alta, o carro ficou bastante difícil de guiar na corrida 1. Saindo em 16º na segunda corrida, fizemos umas mudanças no grid para estabilizar o carro, e estava mais competitivo, dava não só para defender, como atacar. Uma pena dois concorrentes brigarem na minha frente, perdi um pouco de tempo. Vários pilotos arriscam mais na segunda corrida, e isso nos prejudicou. A equipe fez um bom trabalho, estávamos mais competitivos na corrida, e vamos trabalhar mais para a classificação. Parabéns à equipe e ao Átila pela estratégia, e mostra que a Shell V-Power está com sorte, em Campo Grande deu certo comigo, e hoje foi com o Átila.

Nelsinho Piquet, P18/P20: Já na primeira corrida decidimos fazer a estratégia pensando na segunda prova. O carro teve um problema na bomba, e novamente poderíamos ter terminado bem e problemas nos tiram.

Átila Abreu, P23/P1: Temos de acreditar até o fim! Toquei com o Valdeno (Brito) e o carro ficou danificado. Voltei, e o time fez um grande trabalho para recuperar o carro. Larguei de 23º e fui recuperar o que dava, deixamos para parar na última volta da janela, e na hora que parei tive a sorte, primeiro, de o Rubinho (Barrichello), que estava mais rápido do que eu, ter tido um problema nos boxes e depois, quando saiu o safety car e o Thiago (Camilo) tirou o pé muito cedo, e me permitiu sair do box à frente. Aí foram algumas voltas até entender e reposicionar os carros, eu tinha certeza de que eu era o líder. Eram três voltas, e eu estava bem mais lento do que os outros, mas aí o Thiago teve algum problema e o (Rafael) Suzuki não tinha mais pushes, e deu para trazermos a vitória para casa. Em Campo Grande, a vitória escapou por uma circunstância de safety car dentro do pit stop, e hoje isso me favoreceu. Nada como um dia após o outro.

Bia Figueiredo, não terminou: Tentei ficar bem devagar, por fora, quando vi o acidente acontecendo na largada da primeira corrida. Não adiantou. Mesmo assim levei uma batida forte que desalinhou meu carro. A equipe trabalhou para que eu tentasse pontuar na Corrida 2, mas estava com muita dificuldade de virar para a esquerda, para onde são todas as curvas menos uma aqui. E no fim, infelizmente, perdi o controle ao passar em cima de uma zebra de uma forma que eu já tinha feito várias vezes no fim de semana, e acabei batendo.

Valdeno Brito, não terminou: Na primeira corrida, a TV fez parecer que foi um acidente com o Átila Abreu, mas na verdade o meu pneu traseiro furou e ele acabou me acertando sem querer, pois estávamos no começo e todo mundo estava embolado! Já na segunda a direção hidráulica falhou no primeiro terço da prova e não tive o que fazer. Uma pena, pois potencial a gente tinha.

Nestor “Bebu” Girolami, não terminou: Não tivemos sorte nas duas corridas. Na primeira, furou o radiador, pois teve uma batida na largada, não consegui desviar e bati. Na segunda, furou um pneu e parecia que havia alguma quebra na suspensão traseira, porque o carro ficou sem aderência na traseira direita. Quando entrei na reta, já estava saindo de lado. Então, preferimos parar o carro para não quebrar algo mais. Mas estou feliz pela equipe, que conseguiu um pódio. Fizemos um grande trabalho em conjunto para evoluir o carro e ele está num nível muito bom. Só preciso acertar melhor o meu carro para a classificação, mas a equipe mereceu muito. Se estou chateado pelo que aconteceu comigo, estou feliz pela equipe por este pódio. Todos trabalharam muito e fizeram um ótimo trabalho.

EB – www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.

Mais em http://www.autoracing.com.br/stock-car-comentarios-de-domingo-cascavel-2018/

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: