BTG/FSB: Bolsonaro tem o eleitor mais fiel entre os candidatos a presidente

Entre os postulantes à Presidência da República, os eleitores de Jair Bolsonaro (PSL) são os mais fiéis ao seu candidato. Pesquisa* encomendada pelo BTG Pactual e feita pelo Instituto FSB mostra que 78% dos eleitores de Bolsonaro afirmam que a decisão de voto é definitiva, o índice mais alto entre os presidenciáveis. O levantamento foi divulgado nesta segunda-feira (10) e é o primeiro de abrangência nacional feito após o atentado ao candidato.

Para chegar ao resultado, os entrevistadores perguntaram: “Você diria que essa sua decisão de voto é definitiva ou ainda poderá mudar até o dia da eleição?” Entre os eleitores de Bolsonaro, 78% afirmaram que é a decisão é definitiva, 22% que ainda podem mudar e 1% disse “não saber”. Na semana passada, o percentual de eleitores definitivos do candidato do PSL era um pouco menor: 73%.

LEIA MAIS: ‘Nova eleição’ põe à prova resistência de Bolsonaro e força do apoio de Lula

Depois de Bolsonaro, os eleitores mais fiéis são de Fernando Haddad (PT), provável substituto de Lula na chapa do Partido dos Trabalhadores (PT) à Presidência. Entre os eleitores do ex-prefeito de São Paulo, 68% afirmam que a decisão de vota é definitiva, 31% que ainda podem mudar de ideia e 1% que não sabe. O petista, porém, teve uma queda de nove pontos percentuais entre os eleitores definitivos entre uma semana e outra. Na pesquisa divulgada na segunda-feira (3) passada, 77% dos eleitores de Haddad falavam em decisão definitiva.

Entre os eleitores dos demais candidatos, o percentual de voto definitivo em Alvaro Dias (Podemos) é de 62%; em João Amoêdo, de 59%; Ciro Gomes (PDT), de 58%; Geraldo Alckmin (PSDB), de 49%; Guilherme Boulos (Psol), de 40%; Marina Silva (Rede), 37%; e Henrique Meirelles (MDB), 24%. Os presidenciáveis que tiveram menos de 1% de intenção de voto não aparecem nessa questão que mede a decisão de voto.

Pesquisa foi feita após o atentando e com um único cenário

A pesquisa BTG/FSB foi a primeira feita, de abrangência nacional, depois de Bolsonaro sofrer um atentado a faca. O ataque aconteceu na última quinta-feira (6) e o candidato segue internado, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Segundo a pesquisa, Bolsonaro tem 30% das intenções de voto e quatro candidatos estão empatados tecnicamente em segundo lugar: Ciro, Marina, Alckmin e Haddad. O questionário foi aplicado no fim de semana, entre os dias 8 e 9 de setembro, e tem margem de erro de dois pontos percentuais.

DESEJOS PARA O BRASIL: Democracia aprofundada, com uma política moralmente exemplar

O levantamento, pela primeira vez, trouxe somente um único cenário de intenção de voto, com Fernando Haddad como candidato do PT. O ex-presidente Lula teve a sua candidatura barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na madrugada do dia 1.º e não pode mais ser apresentado como candidato da sigla. Apesar de o partido ainda não ter feito a substituição, Haddad deve ser oficializado até esta terça-feira (11) como o candidato oficial do PT ao Planalto.

Metodologia

*Pesquisa encomendada pelo BTG Pactual e feita pelo Instituto FSB entre os dias 8 e 9 de setembro com 2 mil entrevistados em todo o Brasil, por telefone. Margem de erro: 2 pontos percentuais. Nível de confiança: 95%.Registro no TSE: BR-01522/2018.

Mais na Gazeta do Povo!

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: