Dores, náuseas e nova cirurgia: novas informações sobre o estado de saúde de Bolsonaro 

Um novo boletim médico divulgado no início da noite desta segunda-feira (10) pelo Hospital Albert Einstein, em São Paulo, destacou que o candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL) permaneceu durante o dia em condições clinicas estáveis. O presidenciável sofreu um atentado com faca na última quinta-feira (6), em Juiz de Fora, e foi transferido para a capital paulista na sexta (7).

“O paciente não apresenta febre ou outros sinais de infecção e permanece em tratamento clínico intensivo. Mantém jejum oral, recebendo nutrientes por via endovenosa”, divulgou o hospital em nota assinada pelos médicos Antônio Luiz Macedo, Leandro Echenique e Miguel Cendoroglo.

Facada em Bolsonaro: veja tudo o que se sabe até agora sobre a investigação

Mais cedo, o Albert Einstein confirmou que Bolsonaro segue em estado grave e vai passar por nova cirurgia de grande porte, para reconstrução do trânsito intestinal e retirar a bolsa de colostomia. Nesta noite, os médicos destacaram que “o tratamento cirúrgico padrão de fechamento da colostomia será realizado no futuro em uma internação eletiva”.

Esposa de Bolsonaro

A esposa de Jair Bolsonaro, Michelle, confirmou à Folha de S.Paulo na portaria do hospital Albert Einstein que a situação do marido é estável e que ele está se recuperando aos poucos.

“Foi mesmo um ataque para matar”, afirmou, com olhos marejados. Segundo ela, o deputado sente dores e náuseas e permanece calado por boa parte do tempo: “É recomendação médica que ele nem fale muito. Estamos tentando poupá-lo.”

O presidenciável não está comentando sobre política ou retomar a campanha, disse. Outra medida foi reduzir o ritmo de visitação: “Estamos cortando”.

Michelle tem ficado ao lado do marido desde a chegada ao Einstein, na sexta (7). No início da noite desta segunda, desceu rapidamente até a entrada do hospital.

Ela, que não falou com os jornalistas que fazem plantão no local, afirmou à reportagem que será marcada para breve uma entrevista coletiva dos médicos para explicar o estado do candidato.

Mais na Gazeta do Povo!

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: