Mourão propõe Constituição feita por ‘notáveis’, sem povo. Bolsonaro, não

General Mourão (PRTB), candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), propôs em Curitiba a criação de uma nova Constituição. Mas ela não seria elaborada por congressistas, representantes do povo, e sim por uma “comissão de notáveis” – e à população caberia aceitar ou não o texto final, em um plebiscito. A proposta é o tema principal do Café da República desta sexta-feira (14).

O general ressaltou que essa é a visão dele, e não necessariamente a de Bolsonaro, que está hospitalizado e não tem falado. A proposta, polêmica, não aparece no plano de governo apresentada pela chapa – que afirma que, “mesmo imperfeita, nossa Constituição foi feita por representantes eleitos pelo povo. Ela é a lei máxima e soberana da nação brasileira”.

Embora todos os candidatos sugiram uma ou outra alteração no texto constitucional, apenas dois candidatos propõem abertamente, em seus planos de governo, a realização de uma nova Constituinte – Fernando Haddad, do PT, e Guilherme Boulos, do PSOL.

Mais na Gazeta do Povo!

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: