Nissan: Nissan Research Center: o lugar onde se cria o futuro da mobilidade

  • Atualmente existem sete Centros de Pesquisa Nissan no mundo, todos com o objetivo de gerar conhecimento sobre o futuro da mobilidade
  • O Nissan Research Center do Vale do Silício se concentra em pesquisas sobre veículos autônomos, veículos conectados e a interação entre o homem-máquina

VALE DO SILÍCIO, Estados Unidos / AMÉRICA LATINA – Com o objetivo de impulsar os progressos de inovação e desenvolvimento tecnológico, a Nissan está comprometida com a expansão da pesquisa para desenvolver o futuro da mobilidade em todo o mundo. Para atingir este objetivo, a marca investe permanentemente na criação de centros de pesquisa globais que lideram esses desenvolvimentos, aliada à diversas associações, instituições e empresas.

Atualmente existem sete Nissan Research Centers –NRC (Centro de Pesquisa Nissan) no mundo, em distintos mercados estratégicos: três no Japão, dois nos Estados Unidos, um na Índia e outro na Rússia. Cada um desses centros de pesquisa tem um foco de estudo diferente, mas todos compartilham o objetivo de desenvolver projetos sob a visão da Nissan Intelligent Mobility, que busca transformar a maneira na qual os veículos são conduzidos, impulsados e integrados na sociedade, para atingir um futuro com zero emissões e zero acidentes.

O Nissan Research Center do Vale do Silício(NRC-SV) foi inaugurado em 2013. Por sua localização geográfica, ele está estrategicamente situado no berço internacional da inovação e tecnologia. Este centro se concentra especificamente em três campos de estudo:

  • Veículos autônomos. Pesquisa sobre inteligência artificial, que tornará possível que os veículos autônomos façam manobras similares às dos seres humanos.
  • Veículos e serviços conectados. Desenvolvimento de softwares que permitirão a sincronização de funções dentro e fora do veículo, o que possibilitará a conectividade do automóvel com seu entorno.
  • A interface e a interação homem-máquina. Estudo sobre a mobilidade do futuro que proporciona ao condutor as informações importantes (tempo, lugares, métodos etc.), análise de dados em grande escala, aplicativos móveis e serviços na nuvem.

Um dos grandes projetos desenvolvidos no NCR-SV é a Seamless Intelligent Mobility (SAM). Liderado pelo cientista Maarten Sierhuis, diretor do Centro de Pesquisa da Nissan e ex-pesquisador da NASA, o projeto SAM tem como objetivo fazer a fusão entre a inteligência artificial e a intervenção humana no interior do veículo. De acordo com a pesquisa, isto permitirá que os veículos autônomos tomem decisões em situações imprevisíveis e ampliem a informação disponível para a inteligência artificial do automóvel. A meta da SAM é mudar a infraestrutura dos veículos, diminuir os acidentes e descongestionar o trânsito.

“Atualmente, a tecnologia da condução autônoma vem causando muita emoção. Ela promete aumentar como nunca a segurança dos motoristas, passageiros e pedestres nas nossas ruas. Da mesma maneira, oferece a possibilidade de ter uma nova forma de liberdade na mobilidade para as pessoas de todo o mundo”, comentou Maarten Sierhuis.

O compromisso da Nissan é fazer da condução autônoma uma realidade num futuro próximo e mover as pessoas para um mundo mais seguro e sustentável. Um exemplo disto é o lançamento do novo Nissan LEAF, ícone da Nissan Intelligent Mobility e veículo elétrico mais vendido do mundo, com mais de 350.000 unidades comercializadas, bem como o desenvolvimento de tecnologias de condução autônoma para produção em massa. Tudo isso tem permitido que a Nissan assumir a liderança em inovação tecnológica, com o desenvolvimento da Nissan Intelligent Mobility (NIM) e os veículos elétricos.

# # #

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: