Candidato que mais gastou com anúncios no Facebook tem menos de 1% no Ibope

O Facebook já é o 9º maior fornecedor em valores recebidos entre todos os candidatos das eleições 2018, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ao todo, R$ 4,64 milhões foram declarados pelos candidatos em impulsionamentos pagos na mídia social, até o início desta quarta-feira (19).

Candidato ao Planalto pelo PSOL, Guilherme Boulos é de longe o presidenciável que mais investiu em impulsionamento digital no Facebook: foram R$ 150 mil. Vera Lúcia (PSTU) é a segunda, com R$ 2,5 mil. Os demais presidenciáveis [ainda] não apostaram no impulsionamento dessa mídia social – ou não declararam esse tipo de despesa.

LEIA TAMBÉM: O fenômeno da multiplicação de seguidores de João Amoêdo

Boulos é, inclusive, líder entre todos os candidatos. Na segunda e terceira posição aparecem os candidatos petistas ao Senado e ao governo do Rio de Janeiro, Luiz Lindberg Farias e Marcia Angelita Tiburi, respectivamente com investimentos de R$ 140 mil e R$ 130 mil.

Porém, tanto investimento ainda não se reverteu em votos: Boulos aparece com menos de 1% na última pesquisa presidencial do Ibope.

Investimentos de presidenciáveis no Google

Apesar de ser o 40º colocado no ranking de fornecedores a candidatos, o Google já arrecadou R$ 1,65 milhão das candidaturas à câmara e às assembleias, ao Senado, aos governos estaduais e à presidência da república.

Os presidenciáveis, aliás, preferem o Google ao Facebook. Quatro presidenciáveis investiram recursos em impulsionamento digital via Google, além do ex-presidenciável Lula (PT), que teve a candidatura impugnada.

Henrique Meirelles (MDB) é até o momento o líder no levantamento do TSE em despesas junto ao Google: o presidenciável já investiu R$ 400 mil. O ex-presidente Lula havia investido R$ 215.770, seguido por João Amoêdo (R$ 102.721) e Marina Silva (R$ 50 mil).

Ao todo, mais de R$ 1,23 bilhão foram gastos com fornecedores, conforme ranking do TSE. Até o início desta quarta-feira (19), a agência Comunica4 Propaganda é a líder em recebimentos: R$ 15 milhões em recursos recebidos da campanha do presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB).

‘Curtidas no Facebook’

Ainda que Guilherme Boulos seja o ‘maior investidor’ do Facebook – ou pelo menos o que mais declarou recursos investidos até o momento na ferramenta –, quando o assunto é ‘número de curtidas’ (pessoas que curtiram a página do candidato), Boulos perde feio para outros presidenciáveis. Veja abaixo a lista dos campeões de curtidas:

1) Jair Bolsonaro (PSL): 6,2 milhões

2)João Amoedo (Novo): 2,5 milhões

3) Marina Silva (Rede): 2,38 milhões

4) Alvaro Dias (Podemos): 1,8 milhão

5) Geraldo Alckmin (PSDB): 1 milhão

6) Fernando Haddad (PT): 560 mil

7) Ciro Gomes (PDT): 478 mil

8) Guilherme Boulos (Psol): 431 mil

9) Cabo Daciolo (Patriota): 266 mil

10) Henrique Meirelles (MDB): 239 mil

11) Vera Lucia (PSTU): 20,3 mil

12) Eymael (DC): 18,2 mil

13) João Goulart Filho (PPL): 10,5 mil

Metodologia do Ibope

Pesquisa realizada pelo Ibope de 16 a 18 de setembro de 2018 com 2.506 entrevistados em todo o Brasil. Contratada por: Rede Globo e jornal O Estado de S. Paulo. Registro no TSE: BR-09678/2018. Margem de erro: 2 pontos percentuais. Confiança: 95%.

Mais na Gazeta do Povo!

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: