Primeiro turno, segundo turno ou plebiscito sobre o lulismo?

Bom dia!

A pesquisa Ibope divulgada na noite de ontem (24) deu mais um sinal de que a eleição caminha mesmo para a polarização entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). O capitão da reserva estacionou nos 28%, Haddad chegou aos 22% e, considerando a margem de erro, está encostando no primeiro colocado. Confira os números completos, o registro e a metodologia aqui.

A menos de duas semanas do segundo turno, com brancos, nulos e indecisos caindo, ainda resta a dúvida: o eleitorado vai mesmo partir para o voto útil e tentar eleger Bolsonaro no primeiro turno, antecipando assim a disputa do segundo? Ciro Gomes (PDT) ou Geraldo Alckmin (PSDB) ainda tem alguma chance de aglutinar votos do “centro”? E, acima de tudo: em uma eleição sem discussão de propostas, depois de tudo que o país passou, estaríamos simplesmente diante de um plebiscito sobre os anos do PT?

Lacrimoso

Bolsonaro deu sua primeira entrevista ontem (24) e apareceu bem menos cascudo. Criticou a investigação da Polícia Federal e disse ter certeza que Adélio Bispo não agiu sozinho. Existe ainda a chance de que ele saia do hospital na sexta-feira (28) ou mesmo na quarta-feira (26), o que pode dar um “up” em sua campanha.

Braço direito

De lutador de jiu-jitsu a presidente do PSL, sigla de Bolsonaro. Gustavo Bebbiano tentou de tudo, durante dois anos, para se aproximar do deputado: e deu tão certo que hoje desperta até ciúmes

Bolsonarismo

Evandro Éboli debruçou-se sobre as pesquisas para saber: como estão os candidatos a governador pelo partido de Bolsonaro? Será que tem algum com chances de vitória?

Roupa velha

Pedro Menezes refaz a história de intervenções de militares na política desde a Guerra do Paraguai – e alerta:

Infelizmente, Mourão e Bolsonaro evidenciam que a ideologia dos velhos militares seguiu reinando nas Forças Armadas durante o período. Milicos que se enxergam patriotas nem precisam fingir que respeitam freios e contrapesos. Na verdade, candidato e vice nem se importam em mostrar que sabem o que é isso.

Realismo mágico

Gustavo Nogy, com a sua verve invejável, comenta a quase inacreditável capacidade de o ex-presidente Lula transferir votos para Fernando Haddad, gestada no escuro enquanto os bem pensantes só falavam em “totalitarismo”, “ditadura”, “austeridade fiscal”, e “contas públicas”:

Malfeitores com jeitão romântico ou melancólico seduzem muita gente. Lampião, Marighella, Maníaco do Parque, Bandido da Luz Vermelha são personagens que se movimentam simbolicamente num claro-escuro da consciência nacional, onde os instintos e os sentimentos falam mais alto que a razão e os princípios.

Aquele centro…esquerda

Já Guido Orgis alerta para óbvio que pode passar despercebido para muita gente que está entrando em pânico com a polarização entre Haddad e Bolsonaro – Ciro Gomes não é a terceira via:

Ele não é o social-democrata que fez as pazes com o mercado e a globalização, nem a alternativa menos pior diante de Jair Bolsonaro (PSL) e Haddad. As características de seus discursos e de seu plano de governo são as seguintes: estatismo vários tons acima do que temos hoje no país, populismo anti-mercado e agressividade contra os oponentes. Para ele, chamar alguém de nazista, fascista e filho da puta é o mínimo necessário para demonstrar que está do lado do povo.

Picolé

E, se Geraldo Alckmin não sobe, em compensação continua se enrolando. O Ministério Público do Estado de São Paulo instaurou um inquérito contra o candidato para apurar supostas irregularidades nos dois decretos que levaram a desapropriações de terrenos envolvendo familiares do ex-governador de São Paulo.

Agora vai?

Nos últimos quatro anos, os esforços contra a corrupção acenderam a esperança de um Brasil melhor para muita gente. Mas será que o tema da corrupção decide o voto do eleitor? Kelli Kadanus foi atrás da resposta. Spoiler: o prognóstico não é bom, mas a esperança é a última que morre. Dizem.

Não esqueça

O editorial da Gazeta do Povo comenta a lamentável situação da Venezuela e o embotamento moral das forças políticas brasileiras que ainda apoiam a ditadura de Nicolás Maduro:

O pedetista Ciro Gomes defende o regime de Maduro como democrático e prefere criticar a oposição venezuelana, classificada por ele como ‘fascista e neonazista’. Dentro do PSol até existem alas críticas a Maduro, mas o candidato que o partido escolheu para disputar o Planalto, Guilherme Boulos, já disse à rádio Jovem Pan que ‘a Venezuela não é ditadura. Cuba não é ditadura. O governo Maduro foi eleito, ao contrário do Brasil, que tem um governo ilegítimo’. Mas o grande entusiasta da ditadura venezuelana é mesmo o PT.

Chama o Meirelles?

Carolina Werneck escreve sobre o livro que o jornalista Thomas Traumann lança esta semana. Por que ser ministro da Fazenda é o pior emprego do mundo?

Tá fácil

Falando nisso, o próximo ministro da Fazenda vai enfrentar seis grandes desafios econômicos que Jéssica Sant´Ana explica para você: desemprego, ajuste fiscal, reforma da Previdência, reforma tributária, teto de gastos e a privatização da Eletrobras.

De volta do cemitério…

O presidente Michel Temer (MDB), direto de Nova York, afirmou a empresários que vai tentar aprovar a reforma da previdência ainda este ano, depois das eleições.

Suprema caneta

Enquanto Temer viaja, Dias Toffoli exerce a Presidência da República. O saldo de ontem foi a sanção de duas novas leis: a que torna crime a importunação sexual e aumenta a pena para casos de estupro coletivo e “corretivo” e a que aumenta de cinco para 20 dias a licença paternidade dos integrantes das Forças Armadas.

Investir no futuro

Um dos desejos da Gazeta do Povo para o Brasil é a formação de cidadãos éticos para um mundo em transformação. Para isso, reconhecemos que os investimentos na primeira infância (0 a 6 anos) é imprescindível. No entanto, o congelamento de investimentos, a distorção na distribuição de recursos e o descumprimento de metas ameaçam planos municipais sobre o tema.

Criatividade

Já tentou ler a sorte com a borra do café? Dá pra fazer bem mais que isso. Luan Galani (Haus) recomenda: “A repórter Sharon Abdalla nos mostra a startup brasileira que utiliza borra do café para criar peças de design e objetos decorativos incríveis!” 

Mais que uma palavra

Vai um limãozinho? Andrea Torrente (Bom Gourmet) sugere: “Quem assiste aos programas culinários escuta sempre falar da acidez nos pratos. Mas você sabe por que é tão importante nas receitas? Chefs explicam como dar mais equilíbrio e complexidade aos preparos!” 

Detox

Preciso urgente. Isadora Rupp (Viver Bem) recomenda: “Um mês sem redes sociais. É o que está propondo a campanha britânica ‘Scroll Free September’. Eu testei o ‘detox’ (que é apoiado pela rede de saúde pública do país) e quer propor uma reflexão sobre o uso excessivo em prol da saúde mental. Você encararia o jejum?” 

Volta ao mundo em 1 minuto

Você não vai acreditar em como a Rússia está aproveitando um problema na África do Sul. Vandré Kramer (Mundo) escreve:

Complicado. Tá ruim, hermano! O presidente argentino Mauricio Macri enfrenta mais uma greve geral nesta terça-feira (25). Eleito com a promessa de recuperar a economia, ele vê a inflação disparar, o crescimento estagnar e enfrenta mais esse desafio

Fome. Autoridades de segurança interna dos Estados Unidos ofereceram pela primeira vez uma explicação para o aumento intrigante do número de famílias guatemaltecas que chegaram à fronteira dos EUA em busca de asilo em 2018: a fome está levando muitos a sair do país

Tempo quente. A coisa está quente na terra do Tio Sam: Brett Kavanaugh, indicado por Trump para ocupar um assento na Suprema Corte dos Estados Unidos, é alvo de nova acusação de assédio sexual. E Rod Rosenstein, vice-procurador-geral e que supervisiona a equipe responsável por checar se houve interferência russa nas eleições de 2016, pode abandonar o cargo. O motivo: ter levantado a possibilidade de gravar secretamente declarações do presidente

Terra nova. O crescimento do Islã e a queda na população do campo está levando os russos a buscarem imigrantes que querem fugir da reforma agrária na África do Sul. O principal alvo são os descendentes dos colonizadores holandeses que chegaram ao país africano a partir do século 17.”

Imagem do dia:

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/09/25/Opiniao/Imagens/Cortadas/2409 foto-ID000002-1200x800@GP-Web.jpgPapa Francisco acena para fiéis durante visita à Letônia. Na capital, Riga, ele disse: “Vocês sabem muito bem o preço da liberdade, que tiveram que conquistar diversas vezes. “Se hoje podemos celebrar é por causa daqueles que trilharam os caminhos e abriram as portas do futuro, incumbindo vocês da mesma responsabilidade”, disse o pontífice, que faz sua primeira viagem para países da ex-União Soviética.Ernests Dinka/Saiema

Paraná

Você já fez o Quiz para saber quais candidatos pensam como você? Sandro Gabardo (Política Paraná) escreve: 

Linha dura? A Operação Piloto saiu das mãos de Sergio Moro, mas nada vai mudar. O novo dono da caneta, o juiz Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Federal Criminal de Curitiba acatou o pedido para manter o processo conforme vinha sendo encaminhado pelo antecessor. Assim, entre outras coisas, Deonilson Roldo, ex-chefe de gabinete de Beto Richa, e o empresário Jorge Atherino, ambos presos por fraude na licitação da PR-323, continuam atrás das grades. 

Equipe. Você sabe quem são os nomes que estão por trás da campanha de Cida Borghetti? O jornalista Célio Martins apresenta os peso-pesados que tentam levar a governadora do Paraná à reeleição. Também entrevistamos o vice da chapa da pepista, o Coronel Malucelli. Veja o vídeo!

Mais eleição. E o hobby do candidato do PSD, Ratinho Junior, você arriscaria dizer qual é? Felippe Aníbal traz essa informação no primeiro dia da série que vai apresentar o que fazem nos tempos livres os quatro principais concorrentes ao Palácio Iguaçu. Já os candidatos aos diversos cargos políticos pelo Paraná, juntos, declararam entre seus bens um valor milionário em dinheiro vivo. Entenda essa história!

Esquecida? A proposta para a redução da área de proteção ambiental da Escarpa Devoniana, bastante polêmica, foi praticamente esquecida na Assembleia Legislativa. Mas sua sombra ainda paira no mundo político estadual. O medo dos ambientalistas é que ela volte a surgir com força após as eleições. Entenda o caso e saiba o que pensam os candidatos ao governo do Paraná sobre essa questão importante para o meio-ambiente. Essa, aliás, é uma das questões que compõem o Quiz feito pela Gazeta do Povo para o eleitor encontrar o candidato que mais se parece com ele. Faça o teste!” 

Curitiba

Um curitibano ilustre faz 35 anos. Confira a seleção dos nossos editores:

Aniversariante. Luan Galani (Haus) recomenda: “Primeiro shopping de Curitiba, o Mueller celebra 35 anos abrigando em seu imóvel histórico resquícios de uma das mais importantes fábricas que Curitiba já teve. Conheça a história completa!” 

Mas já?! Aléxia Saraiva (Guia) recomenda: “Então é Natal? Faltando três meses para a data, listamos todos os eventos natalinos que já estão confirmados em Curitiba: do clássico coral no Palácio Avenida à caravana da Cola-Cola. Confira!” 

Ainda dá tempo. Isadora Rupp (Viver Bem) recomenda: “Para você que achou que tinha perdido o prazo para inscrever o seu pet no Cachorro do Ano, uma excelente notícia: as inscrições foram prorrogadas até 14 de outubro. Só não vale deixar para a última hora!” 

Bom exemplo. E não vá embora sem conferir esta aqui: um grupo de 80 refugiados venezuelanos desembarca hoje no Aeroporto Afonso Pena. Eles serão acolhidos por freiras carmelitas. 

Um ótimo dia a todos!

Mais na Gazeta do Povo!

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: