Ações chinesas sofrem o pior dia em meses

As ações da China caíram acentuadamente no primeiro dia de negociação desde que os feriados da Golden Week terminaram, apesar de Pequim anunciar no fim de semana de que reduziria o nível de caixa que os bancos devem manter como reservas.

O movimento do banco central da China, seu quarto em 2018, veio em meio a preocupações sobre o impacto econômico da guerra comercial em curso de Pequim com Washington.

O índice CSI300 da China caiu 4,3%, sua maior perda diária desde fevereiro de 2016, enquanto o principal indicador o Shanghai Composite perdeu 3,7% para terminar no nível mais baixo desde 19 de junho.

A maioria dos outros mercados da região também fechou em território negativo, enquanto os mercados do Japão foram fechados devido a um feriado público.

5. Petróleo cai em meio a conversas sobre renúncias americanas ao Irã

No mercado de commodities, os preços do petróleo caíram depois que os EUA disse que pode conceder waivers a sanções contra as exportações de petróleo bruto do Irã no próximo mês, e que a Arábia Saudita estaria substituindo qualquer potencial déficit do Irã.

petróleo dos EUA recuava 1%, para US$ 73,56 o barril. Os futuros internacionais de petróleo Brent caíam 51 centavos, ou 0,7%, para 77,66 dólares o barril.

O Irã é o terceiro maior produtor da Organização dos Países Exportadores de Petróleo, fornecendo cerca de 2,5 milhões de barris por dia de petróleo bruto e condensado para os mercados neste ano, o equivalente a cerca de 2,5% do consumo global.

Mais em http://informativodosportos.com.br/portal/2018/10/08/acoes-chinesas-sofrem-o-pior-dia-em-meses/

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: