Nissan: Um futuro com zero acidentes: Seamless Autonomous Mobility da Nissan

  • A Nissan propõe um sistema inteligente baseado na interação equilibrada entre o homem e a máquina
  • A Nissan procura definir o futuro, transformando a maneira em que os nossos sistemas de mobilidade funcionam

SILICON VALLEY, Estados Unidos/AMÉRICA LATINA A chave para um futuro com zero emissões e zero acidentes é contar com um sistema em que todos os que fazem parte dele estejam totalmente conectados: veículos, condutores, pedestres, ciclistas, motociclistas etc. A Nissan desempenha um papel central na construção desse futuro, desenvolvendo desde veículos elétricos, autônomos e sustentáveis até sistemas de controle de trânsito e serviços de mobilidade.

O Seamless Autonomous Mobility (SAM) da Nissan é o sistema de mobilidade desenvolvido para definir o futuro de uma condução totalmente autônoma. Baseado na inteligência artificial, permitirá produzir e integrar na sociedade veículos robotizados totalmente inteligentes, capazes de tomarem decisões em diferentes  situações. No momento, o desafio para a marca japonesa é que os veículos tomem as decisões apropriadas  e reajam corretamente em situações imprevistas, como acidentes, obstáculos no caminho ou qualquer outro cenário inesperado.

O “SAM não é somente para os veículos Nissan, é para todos os veículos”, comentou Maarten Sierhuis, ex cientista da NASA e diretor do Nissan Research Center, em Silicon Valley. “Com base na visão Nissan Intelligent Mobility, o nosso objetivo é transformar o futuro da  mobilidade e a maneira em que nós nos transportamos. Queremos reduzir tanto os acidentes como o trânsito. O que nós fazemos é procurar a forma de ter hoje um sistema do futuro, e temos um trajeto bem definido até o ano 2020, quando os veículos serão autônomos nas rodovias,” afirmou Sierhuis.

Um ponto  fundamental dentro do SAM é o equilíbrio entre o homem e a máquina. A Nissan não tem como objetivo eliminar o ser humano do sistema; pelo contrário, valoriza a inteligência infinita do ser humano e quer usá-la para emular e controlar o próprio sistema. Tudo isso integrado em um veículo de zero  emissões e sustentável .

O SAM é um sistema de suporte para os veículos, e  de modo simplificado, funciona da seguinte maneira : um veículo autônomo circula na cidade e se envolve em  um acidente; caso haja policiais sinalizando, cones preventivos ou sinais; o veículo poderá reconhecer alguns destes sinais, mas não será capaz de julgar por si mesmo a situação.
Nesta situação o julgamento humano será fundamental para o entendimento dos sinais  e a tomada de decisão . Daí a importância de manter o ser humano no sistema. O SAM permitirá ao veículo diferenciar quando pode solucionar um problema por si mesmo, ou quando deve solicitar ajuda ao centro de comando.

Esse sistema da Nissan funciona de maneira muito semelhante às torres de controle dos aeroportos, onde os operadores indicam individualmente, a cada veículo, que solicite assistência, como e onde deve movimentar-se  ou parar, sem necessidade de isso ser feito pelo veículo.

Os detalhes de cada um desses incidentes – localização, situação e solução – serão armazenados na nuvem, para que todos os outros veículos que tenham o sistema SAM possam acessá-la. Por isso, à medida que o sistema aprende com as experiências, a tecnologia autônoma melhora.

Os testes de campo foram iniciados no Japão durante 2017, em associação com a empresa japonesa DeNA. Atualmente, no Nissan Research Center de Silicon Valley (NRC-SV), são realizados testes, contando com um simulador que permite avançar no desenvolvimento dessa tecnologia. Além disso, a Nissan assinou um acordo com o Centro de Pesquisa Ames, da NASA, situado também em Silicon Valley, para colaborar em pesquisa e desenvolvimento tecnológico.

A lesgilação  da Califórnia faz desse estado o lugar ideal para realizar testes de veículos autônomos, tanto em simuladores quanto em trajetos  reais. Daí a importância que o NRC-SV representa para a Nissan no desenvolvimento e implementação de novas tecnologias.

Já está contemplado que, para o começo de 2020, a Nissan comece a oferecer seu serviço de mobilidade, onde começará a transportar passageiros a bordo de um veículo robotizado.

# # #

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: