CPTM vai realizar licitação para instalar Wi-Fi gratuito em todas as estações

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) vai realizar uma licitação para instalar Wi-Fi gratuito em todas as estações do sistema. Atualmente, a implantação da tecnologia está em fase de testes, que deve durar pelo menos um ano em cada estação, até a publicação do edital.

Atualmente, cinco estações da CPTM já possuem Wi-Fi gratuito para os passageiros. Conforme informado ao Diário do Transporte, a internet grátis está disponível na estação Tamanduateí, na Linha 10-Turquesa; Brás e Tatuapé, que atendem as linhas 11-Coral e 12-Safira; Palmeiras Barra-Funda, nas linhas 7-Rubi e 8-Diamante; e Pinheiros, na linha 9-Esmeralda.

“Para utilizar pela primeira vez, o passageiro terá que realizar um cadastro. Depois, terá direito a utilizar a internet gratuitamente por até 15 minutos”, orientou a CPTM, em nota.

A empresa que está realizando os testes é a Linktel. Este, portanto, será o site que aparecerá no smartphone do passageiro que for se cadastrar no sistema para utilizar a internet gratuita.

Em julho, segundo a CPTM, o Wi-Fi foi disponibilizado nas estações Palmeiras Barra-Funda e Pinheiros, também para testes durante um ano em cada estação.

WI-FI NO METRÔ

A Companhia do Metrô de São Paulo informou que disponibiliza acesso gratuito à internet via Wi-Fi desde 2014. O serviço é uma parceria com a iniciativa privada, que provê a infraestrutura e equipamentos, em troca da exploração publicitária do conteúdo online.

Atualmente, 40 estações do Metrô possuem internet gratuita. São elas Armênia, São Joaquim, Vergueiro, Paraíso, Ana Rosa, Santa Cruz, Santana, Jabaquara, São Bento, Luz, Portuguesa-Tietê, Vila Mariana e Tucuruvi Linha 1-Azul; Brigadeiro, Trianon-Masp, Tamanduateí, Vila Prudente, Consolação, Clínicas, Vila Madalena e Sacomã (Linha 2-Verde); Marechal Deodoro, Santa Cecília, Brás, Patriarca, Carrão, Vila Matilde, Guilhermina-Esperança, Tatuapé, Corinthians-Itaquera, Artur Alvim, Penha, República, Anhangabaú, Bresser, Belém, Palmeiras-Barra Funda e Sé (Linha 3-Vermelha); Santo Amaro e Largo Treze (Linha 5-Lilás).

O Metrô também informou que vem realizando chamamentos públicos para receber propostas de empresas interessadas em oferecer o serviço nas demais estações.

“O sistema conta com uma infraestrutura instalada de fibra óptica e equipamentos de propagação de Wi-Fi para alta densidade de usuários, similares aos utilizados no Metrô de Paris e no Eurotúnel, permitindo que as pessoas utilizem simultaneamente a internet com velocidade média de 1mbps, suficiente para uma boa navegação em sites, redes sociais, aplicativos de comunicação e envio de e-mails”, informou o Metrô, em nota.

Os acessos podem ser feitos em áreas de mezaninos das estações, que estão identificadas com adesivos e placas, conforme informado pelo Metrô.

Para se conectar, o usuário deve pesquisar a rede “wifi_metro_sp” e cadastrar seu e-mail. Após aceitar o “Termo de Condições de Uso”, estará habilitado a usar a internet. A pessoa pode permanecer conectada na rede por, no máximo, 20 minutos. Para se conectar novamente haverá um intervalo de 15 minutos.

Fonte: Diário do Transporte
Data: 25/10/2018

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: