Reviravolta na venda da SuperVia

O fundo de investimento TIEF, principal acionista minoritário da SuperVia, exerceu seu direito de preferência para aquisição da participação da Odebrecht na operadora de trens urbanos da região metropolitana do Rio.

Em situação financeira delicada e sem conseguir dar continuidade à operação do negócio, a Odebrecht colocou à venda sua fatia na SuperVia há dois anos. O acordo de acionistas prevê prioridade de compra pelos atuais sócios.

O TIEF, que há mais de 20 anos é sócio da SuperVia com 27,5% de participação, conhece bem a empresa: participou de todo processo de renovação da frota, recuperação da malha e melhoria dos serviços da companhia desde o final dos anos 1990.

A dívida total da SuperVia é de 1,4 bilhão de reais, a maior parte junto ao BNDES.

Fonte: VEJA
Data: 30/10/2018

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: