Dólar opera em alta, abaixo de R$ 3,75

No dia anterior, a moeda norte-americana subiu 0,88%, vendida a R$ 3,7269.

O dólar opera em alta nesta terça-feira (6), em dia de expectativa pelo desfecho das eleições parlamentares norte-americanas e com investidores monitorando o noticiário político doméstico.

Às 13h05, a moeda norte-americana subia 0,44%, vendida a R$ 3,7433. Veja mais cotações.

De acordo com a Reuters, o mercado aguarda o resultado da eleição norte-americana e as consequências para a maior economia do mundo. Analistas acreditam que o dólar deve cair com um Congresso dividido, já que é improvável que qualquer novo estímulo fiscal possa ser lançado para contrabalançar as previsões de desaceleração do crescimento econômico dos EUA no próximo ano.

“A configuração das Casas é importante para determinar o grau de dificuldade que terá [o presidente dos EUA] Donald Trump nos seus últimos dois anos de mandato”, disse à Reuters o operador de câmbio da Advanced Corretora Alessandro Faganello, citando expectativas de que o partido Republicano do presidente norte-americano deve manter o Senado enquanto os democratas devem ficar com a maioria na Câmara.

Internamente, os investidores seguiam monitorando o noticiário político, em dia de visita do presidente eleito, Jair Bolsonaro, a Brasília, onde participou de sessão solene dos 30 anos da Constituição na Câmara dos Deputados.

Na quarta-feira ele irá se reunir com o presidente Michel Temer. Na véspera, Bolsonaro afirmou que o governo fará “alguma reforma da Previdência” no começo do ano que vem. E ponderou que a Previdência pode receber ajustes graduais com o mesmo resultado de uma reforma mais profunda e sem levar alarde à população.

Projeções e BC

Segundo a Reuters, o Banco Central vendeu nesta sessão 13,6 mil contratos de swap cambial tradicional, equivalente à venda futura de dólares. Desta forma, rolou US$ 2,04 bilhões do total de US$ 12,217 bilhões que vence em dezembro. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: