VW aposta em versões esportivas com Polo GTS Concept e Virtus GTS Concept

O público pediu. A Volkswagen fez. A Volkswagen mostra no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo 2018 o Polo GTS Concept e o Virtus GTS Concept. Dois modelos conceituais que mostram que tecnologia e inovação podem andar lado a lado com a tradição e trazem à tona todo o saudosismo dos aficionados pela linha esportiva que fez sucesso no mercado brasileiro nas décadas de 1980 e 1990.

O Polo GTS Concept e o Virtus GTS Concept têm no DNA o conceito aplicado às linhas “GT”. Ou seja: cumprem na prática toda a esportividade que o design sugere. Os modelos expostos no estande da marca no Salão do Automóvel deste ano são equipados com motor 250 TSI (250 Nm de torque e 150 cv de potência) e câmbio automático de seis marchas – mesmo conjunto mecânico aplicado em modelos que são referência em desempenho, como o Golf Highline e o Novo Jetta, por exemplo.

Com visual e conteúdo exclusivos, os dois conceitos são pintados na cor Cinza Platinum e dão boas dicas de como poderão ser os modelos de produção do Polo GTS e do Virtus GTS.

Toda a parte frontal dos dois conceitos é nova. Os faróis de LED têm identidade visual diferenciada, a grade do tipo colmeia com o logo “GTS” mostra a raiz “GT” e o para-choque com novas linhas ressalta a esportividade dos modelos. Outro item que colabora para isso é a tonalidade preta utilizada em várias partes da carroceria, como nas soleiras, retrovisores e para-choques.

As rodas são diamantadas e têm 18 polegadas com pneus 215/40 R18. A parte traseira do Polo GTS Concept traz um defletor na tampa do porta-malas pintado em preto brilhante – bem semelhante ao utilizado no Arteon R. No Virtus GTS Concept o defletor também é preto só que, em vez de ficar sobre o vigia, fica sobre a tampa do porta-malas No Polo GTS Concept a saída de escapamento é dupla.

Os conceitos trazem, no lugar dos apliques cromados utilizados nos modelos de produção, detalhes em preto. As lanternas do Polo GTS Concept são em LED, com assinaturas noturnas exclusivas, e no Virtus GTS Concept são escurecidas.

Internamente, os modelos contam com o painel digital (Active Info Display) com iluminação em vermelho. Além disso, toda a cabine é escurecida: teto, bancos, laterais de porta e painel. O volante é exclusivo, com acabamento em couro e costuras vermelhas, além de ter a sigla “GTS” na base. O mesmo tom de vermelho dá acabamento às molduras da saída de ar e da base da alavanca de câmbio. Tapetes e bancos também têm detalhes em vermelho.

Por falar em bancos, os assentos são exclusivos dos modelos conceito. O encosto de cabeça é integrado ao banco, que é forrado com tecido inédito, mesclado com couro, de linhas horizontais inspiradas nos modelos da década de 1980 e com a inscrição “GTS”.

Tanto o Polo GTS Concept quanto o Virtus GTS Concept são os primeiros veículos conceitos esportivos desenvolvidos sobre a Estratégia Modular MQB no Brasil.

O motor 1.4 TSI é produzido pela Volkswagen na Fábrica de São Carlos (SP) e desenvolve potência máxima de 150 cv (etanol ou gasolina). Seu torque máximo é de 250 Nm (25,5 kgfm), independentemente da mistura de combustível. Com esse conjunto mecânico, os conceitos conseguem aliar desempenho, conforto e economia de combustível.

Fonte:   Volkswagen do Brasil



Leia Também:
Anterior:

Próxima: