SDA 2018: Volkswagen apresenta o novo SUV T-Cross que chega no 1º semestre de 2019

O modelo que vai revolucionar os SUVs está chegando. A Volkswagen apresenta o T-Cross, modelo que faz parte da estratégia da empresa de oferecer veículos globais com características específicas para atender às necessidades locais de cada região.

O T-Cross para os mercados da América Latina será produzido em São José dos Pinhais (PR) – para isso, a fábrica recebeu R$ 2 bilhões em investimentos – e faz parte dos cinco novos SUVs a serem lançados pela Volkswagen na região até 2020.

O modelo será produzido sobre a Estratégia Modular MQB, que é o mais moderno conceito de produção do Grupo Volkswagen no mundo. Os veículos baseados na Estratégia Modular MQB proporcionam o que há de mais avançado em termos de design, inovação, alta performance e segurança.

O T-Cross se destacará pelo excelente comportamento dinâmico – no Brasil terá exclusivamente motores TSI –, por oferecer cabine espaçosa e confortável e pelos avançados recursos de tecnologia, conectividade e segurança.

Oferecerá itens exclusivos no segmento, como o painel totalmente digital (Active Info Display), seletor de perfil de condução, Controle de Estabilidade (ESC) de série, bloqueio eletrônico do diferencial, Park Assist 3.0, suporte para celular no painel, quatro entradas USB (inclusive para o banco traseiro), iluminação da cabine em LED e acabamento com apliques no painel. Também contará com faróis full-LED, seis air bags, saída de ar-condicionado para o banco traseiro e teto solar panorâmico, entre outros recursos.

Quatro pilares: “Be Practical, Be Intuitive, Be Cool, Be safe”. Essas são as quatro principais características do T-Cross, que buscam atender às expectativas do cliente desse tipo de veículo. Pesquisas realizadas pela Volkswagen mostraram que o consumidor quer um veículo “Prático”, com mais espaço e flexibilidade; “Descolado” – com design marcante e que permita personalização; “Intuitivo” – digital e conectado; “Seguro” – que ofereça o máximo de segurança tanto para os ocupantes quanto para o trânsito em geral.

No Brasil, o T-Cross terá exclusivamente motores TSI, que combinam injeção direta de combustível e turbocompressor para entregar alta eficiência energética e prazer ao dirigir.

O motor 250 TSI Total Flex gera potência de até 150 cv (110 kW), com gasolina ou etanol, a 4.500 rpm. O torque máximo, também com ambos os combustíveis, é de 250 Nm (25,5 kgfm) – será o maior torque da categoria. Esse motor será combinado exclusivamente à transmissão automática de seis marchas com função Tiptronic e aletas (“shift paddles”) para trocas no volante.

Já o motor 200 TSI Total Flex desenvolve potência de até 128 cv (94 kW) a 5.500 rpm, com etanol – com gasolina, são 116 cv (85 kW), à mesma rotação. O torque máximo é de 200 Nm (20,4 kgfm), com gasolina ou etanol, sempre na faixa de 2.000 a 3.500 rpm. Esse motor poderá ser combinado à transmissão manual ou à automática com função Tiptronic (também com as aletas no volante), ambas de seis marchas.

Fonte: Volkswagen do Brasil

Mais...


Leia Também:
Anterior:

Próxima: