Recuperação de ferrovia em MS será prioridade do novo ministro da Infraestrutura, diz Reinaldo

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) está otimista com a escolha de Tarcísio Gomes de Freitas para comandar o Ministério da Infraestrutura na presidência de Jair Bolsonaro (PSL).
O chefe do Parque dos Poderes esteve reunido com o futuro ministro na terça-feira (13 de novembro) para discutir a inclusão da recuperação da ferrovia Malha Oeste – com extensão de 1.973 quilômetros – no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do Governo Federal.
Na ocasião foi proposto prorrogar a concessão da Rumo Logística, com a contrapartida de que a empresa invista até R$ 5 bilhões na linha férrea. A deputada federal e futura ministra da Agricultura, Tereza Cristina (DEM), também participou da reunião.
“[Tarcísio] esteve em Corumbá, esteve aqui em Campo Grande, esteve na semana retrasada em uma reunião comigo em Brasília. Ele que fez o projeto da PPI e disse com muita clareza é prioridade do governo publicar esse projeto de parceria estratégica da rede da Malha Oeste”, relatou Reinaldo, durante agenda pública nesta quarta-feira (28).
Reinaldo destaca que a revitalização da Malha Oeste viabiliza a Ferrovia Transamericana, que vai ligar portos dos oceanos Atlântico e Pacífico, passando por Mato Grosso do Sul, reduzindo o custo para escoamento da produção do Estado.
O atual termo de concessão com a Rumo Logística tem 22 anos e termina em 2026, a ampliação da concessão estará atrelada à aplicação de recursos na linha férrea.
Atualmente, Tarcísio Freitas é secretário de Coordenação de Projetos da Secretaria Especial do PPI.
Criado em 2016, o PPI será mantido na gestão do presidente eleito Jair Bolsonaro. O Programa tem a finalidade de ampliar e fortalecer a interação entre o Estado e a iniciativa privada, por meio da celebração de contratos de parceria e de outras medidas de desestatização.
No dia da reunião com Reinaldo e Tereza Cristina, o futuro ministro da Infraestrutura disse que o PPI, em seus primeiros anos, priorizou a prorrogação das concessões de outras cinco malhas, mas como “os processos estão bem finalizados, o próximo passo é fazer a qualificação como prioritário da Malha Oeste e Malha Sul”, emendando que a etapa seguinte “vai ser dada no início do ano que vem, quando entra para o programa a prorrogação da Malha Oeste, que é prioridade. Essa prorrogação vai trazer os investimentos para recapacitar a linha”.

Fonte: Midiamax
Data: 28/11/2018



Leia Também:
Anterior:

Próxima: