Extensão da Linha 13 até Chácara Klabin deve equiparar demanda de passageiros com a 11-Coral

Em recente apresentação da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, a intenção de futuramente levar a Linha 13-Jade até a Chácara Klabin foi confirmada. Outra informação é o plano de construir uma estação intermediária entre Engenheiro Goulart e Guarulhos Cecap, a parada Hélio Smidt.

As informações foram disponibilizadas em dois eventos ligados ao setor de transportes. Um deles, a 24º Semana de Tecnologia Metroviária, ocorrida em agosto de 2018. A outra foi apresentada no Instituto de Engenheira.

Expansão

Os planos da companhia contemplam 25 km adicionais aos 12,2 km existentes na Linha 13. Rumo a dentro de Guarulhos com 8 km atendendo aos bairros de São João e Bonsucesso, além da estação Jardim Eucaliptos, mais próxima do terminal 2 do Aeroporto de Guarulhos.

Já rumo a São Paulo seriam 13,4 Km entre Engenheiro Goulart até a futura estação Parque da Mooca, conectado com a Linha 10. Turquesa.

O trecho Bonsucesso – Parque da Mooca teve seu projeto funcional elaborado. O trecho adicional de 3,6 km até a estação Chácara Klabin é relevado na apresentação, indicando uma intenção da companhia em construir a extensão em uma segunda fase:

Quando completa, entre Chácara Klabin e Bonsucesso, a Linha 13 poderá transportar mais de 700 mil passageiros por dia em seus 37,2 km de extensão feitos em 52 minutos. A previsão de intervalos é de 3 minutos.

Com isso, a linha que hoje tem a menor demanda da companhia, deve ter seu fluxo de passageiros próximo da com maior fluxo de passageiros: a Linha 11-Coral, que transporta cerca de 724 mil usuários por dia.



Leia Também:
Anterior:

Próxima: