Bilhete Único na modalidade Vale-Transporte muda nesta sexta-feira, 01º de março

Ônibus em São Paulo. Medidas vão afetar quem mora mais distante e necessita de mais conduções para completar a viagem. Foto: Adamo Bazani (Diário do Transporte)/Clique para Ampliar

Número de embarques possíveis cai de quatro para dois e tempo será de até três horas entre dois ônibus ou em viagens que começam na rede de trilhos

ADAMO BAZANI

A partir desta sexta-feira, 01º de março de 2019, quem utiliza a modalidade Vale-Transporte do Bilhete Único nos ônibus de São Paulo (que também é aceito no Metrô e na CPTM, na região Metropolitana) deve estar atento.

Como informou o Diário do Transporte em primeira mão, no início da manhã do último sábado, 23 de fevereiro, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, publicou o decreto 58.639 que modifica regras do Bilhete Único.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/02/23/bruno-covas-atualiza-regras-do-bilhete-unico-na-cidade-de-sao-paulo/

As mudanças ocorrem em até 90 dias, mas no caso do Vale-Transporte já passam a vigorar a partir desta sexta, 01º de março.

ATENÇÃO PARA AS PRINCIPAIS ALTERAÇÕES:

– Só será possível fazer dois embarques no período de três horas com o Vale-Transporte: Até esta quinta-feira, era possível fazer quatro embarques em duas horas.

Com as mudanças serão apenas dois embarques independentemente de modal de transporte, ou seja, são dois embarques em ônibus ou, então, um embarque em ônibus e outro na CPTM ou no Metrô.

Tem mais um detalhe.

De acordo com a SPTrans, a possibilidade de troca de transporte em três horas é se o primeiro embarque começar com o trem ou metrô e depois prosseguir com o ônibus.

Se a viagem começa com o ônibus o embarque no trem ou metrô deve ser feito em até duas horas.

Nos dois casos, o limite é de dois embarques somente.

Estas mudanças se referem apenas ao Vale-Transporte, repassado pelos empregadores aos funcionários. Outras modalidades do Bilhete Único, como o Comum e o Escolar não mudam nesta sexta-feira.

O prefeito Bruno Covas declarou nesta semana que a mudança vai fazer com que a gestão economize R$ 419 milhões por ano (com os valores atuais da tarifa) no subsídio ao Vale-Transporte.

A alegação é de que o VT é de responsabilidade das empresas empregadoras.

A medida recebeu críticas de comerciantes e empresas que disseram que o custo para manter o direito do trabalhador vai aumentar e que consideram dispensar ou, pelo menos não contratar mais, pessoas que moram distante do trabalho e que necessitam de mais de duas conduções por sentido de viagem.

Outra preocupação é de que quando a licitação dos transportes da cidade for concluída, a prefeitura pretende modificar gradativamente o sistema cortando sobreposições de linhas e criando três subsistemas de serviços.

Em vários casos, os passageiros que hoje fazem dois embarques terão de realizar três ou mais, podendo ser afetados pela regra que entra em vigor nesta sexta-feira, 01º de março de 2019.

VALE-TRANSPORTE É MAIS CARO QUE TARIFA COMUM:

Já é a segunda grande mudança na política do Vale-Transporte na cidade de São Paulo durante a gestão Bruno Covas.

Pela primeira vez na história do Bilhete Único da cidade, o VT é mais caro que a tarifa comum.

Desde 20 de fevereiro de 2019, o empregador paga R$ 4,57 pelo Vale-Transporte sem integração e R$ 7,95 para viagens integradas ao Metrô/CPTM. Já a tarifa básica de todo sistema é de R$ 4,30 para viagens sem integração e R$ 7,48 para viagens integradas com a rede de trilhos.

A atitude de Bruno Covas provocou uma corrida por parte de empregadores à Justiça. Em diversas ações, categorias empresariais conseguiram anular os efeitos da medida do prefeito.

Relembre:
https://diariodotransporte.com.br/2019/02/01/mais-uma-decisao-judicial-derruba-vale-transporte-a-r-457-na-cidade-de-sao-paulo/

Na ocasião, a prefeitura também afirmou que o aumento do Vale-Transporte a um nível maior que da tarifa comum é para reduzir os subsídios.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Mais em https://diariodotransporte.com.br/2019/02/28/bilhete-unico-na-modalidade-vale-transporte-muda-nesta-sexta-feira-01o-de-marco/



Leia Também:
Anterior:

Próxima: