Departamento de Transportes Rodoviários do Rio de Janeiro lança ferramenta para liberação de veículos apreendidos

Pela internet, é possível fazer o pagamento de multas, taxas de reboque e diária do depósito. Foto: Divulgação.

Novo sistema permite que procedimento seja feito online

JESSICA MARQUES

O Detro (Departamento de Transportes Rodoviários) do Rio de Janeiro lançou uma ferramenta para liberação de veículos apreendidos, como carros, ônibus, vans e motos. O novo sistema permite que o procedimento seja feito online.

Nesta segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019, foi publicada no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro uma portaria que regulamenta os procedimentos para liberação de veículos apreendidos e acautelados em seus depósitos.

Segundo informações do Governo do Estado, a mudança tem como objetivo dar maior agilidade e praticidade ao processo de liberação de veículos. Já está disponível no site do Detro uma nova ferramenta para emissão de Nada Consta online.

“Agora, após emitir seu boleto online, também no site, e quitar as multas e taxas de reboque e diária do depósito, é possível clicar no link Nada Consta, imprimir o documento e se dirigir diretamente ao depósito onde o veículo está acautelado. Antes o proprietário ou seu representante legal precisava vir à sede da autarquia, para pegar o Ofício de Liberação, que era exigido no depósito para retirada do veículo”, explicou o Detro, em nota.

Ainda de acordo com o Departamento, para a emissão do Nada Consta via site, é necessário preenchimento dos seguintes campos obrigatórios: PLACA, CHASSI e CÓDIGO DE SEGURANÇA. No momento da liberação, é verificado o QR Code do Nada Consta, garantindo a legitimidade do documento e a segurança da operação.

“Agora, os cidadãos não precisam se deslocar até a sede apenas para emitir um documento, podendo resolver tudo no site e ir direto ao depósito. A medida beneficia em especial quem mora em outros municípios e precisava vir à capital apenas para pegar o Ofício de Liberação”, disse o presidente do Detro, Cleber Ribeiro Afonso, em nota.

Os demais procedimentos, como documentação obrigatória a ser apresentada no depósito e tempo de compensação bancária permanecem sem alteração. O Nada Consta só é liberado no site após os débitos serem quitados e a compensação bancária confirmada. Se a pessoa pagar o boleto no banco Bradesco, o valor é compensado em cerca 1h. Nos demais bancos, o tempo é de 24h.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Mais em https://diariodotransporte.com.br/2019/03/02/departamento-de-transportes-rodoviarios-do-rio-de-janeiro-lanca-ferramenta-para-liberacao-de-veiculos-apreendidos/



Leia Também:
Anterior:

Próxima: