Operação Linha Cruzada resulta em cinco ônibus apreendidos no Mato Grosso

Operação é realizada pela Ager-MT e ANTT desde 2018. Foto: Divulgação.

Apreensões ocorreram na Rodoviária de Cuiabá

JESSICA MARQUES

Mais uma ação da Operação Linha Cruzada resultou em cinco ônibus apreendidos no Mato Grosso, na noite desta terça-feira, 12 de março de 2019. As apreensões ocorreram na Rodoviária de Cuiabá.

Nesta última ação, foram apreendidos um ônibus da Eucatur, outro da Expresso Itamarati, da Xavante, da TCB e da Matriz.

A operação é realizada pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e pela Ager/MT (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados) desde 2018.

A primeira fase da Operação Linha Cruzada ocorreu no início do mês de novembro, conforme noticiado pelo Diário do Transporte.

Relembre: ANTT e Ager/MT apreendem em Cuiabá, 17 ônibus de 10 empresas que operavam mercados municipais e intermunicipais sem autorização

De acordo com a Xavante, não há nenhuma irregularidade que justifique a apreensão, pois o veículo possui autorização da Sinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística) e da PGE (Procuradoria Geral do Estado) para operar no trecho.

Segundo informações do repórter Leonardo Heitor, do portal local Hiper Notícias, a empresa estava impedida de operar a linha entre Guarantã do Norte e Cuiabá, mas a Sinfra revogou o impedimento até que seja finalizada a licitação para definir a operação do trecho.

Na ocasião, a Verde Transportes continuou operando no percurso e a Xavante recorreu da decisão, alegando o princípio da isonomia. A Sinfra entendeu que se uma podia operar, a outra também poderia.

“Entendo que não há medida a ser tomada. Poderíamos judicializar e pedir uma liminar, mas temos o parecer da Sinfra. Ela tem o poder de autorizar ou não a rodar e permitiu que a Xavante operasse a linha, mas a Ager não está cumprindo. A Procuradoria Geral do Estado emitiu esse entendimento e a Secretaria acatou. Não há o que se discutir”, disse Marcos Fernandes, diretor operacional da Viação Xavante, ao portal.

“O problema está nos nossos clientes, que temos que encaminhar para outras empresas. Vendemos as passagens antecipadamente. Por conta da liberação temos vendas para até daqui 10 dias. Já avisei a Ager que a Xavante tem 100 carros e eles irão prender todos. Estamos acatando uma decisão da secretaria e não vamos descumprir”, afirmou também.

O Diário do Transporte aguarda o posicionamento das demais empresas sobre as apreensões.

Confira as imagens dos veículos apreendidos, enviadas pela Ager:

49908763-cf4b-43b4-bcb4-e06a7837184530307148-423a-4d01-8b23-9a92d0d0a62b94bfd589-8eb1-404c-9c20-0d952d1a8c4ec7467f25-f4fc-4cb6-9a13-0525138511d3ddecd444-3260-45a6-92c9-651e98015f45ce26980a-4c3b-491d-a075-ed0c8b095f6782732956-5f30-47f6-a5fb-db7d0ba25a15

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Mais em https://diariodotransporte.com.br/2019/03/13/operacao-linha-cruzada-resulta-em-cinco-onibus-apreendidos-no-mato-grosso/



Leia Também:
Anterior:

Próxima: