5 razões pelas quais seus sistemas CRM e ERP devem conversar entre si

Stephan Romeder (*)

Toda empresa quer melhorar o relacionamento com os clientes e a sua eficiência administrativa e operacional. Mas, na maioria dos casos, há duas soluções diferentes usadas para cada finalidade: o CRM e o ERP, mas, no entanto, elas não se comunicam entre si. É uma pena, porque combinar e integrar os dados só pode melhorar o atendimento e a eficiência do negócio. Apesar de não se conversarem, os sistemas CRM e ERP se complementam naturalmente. Para isso, é necessário promover esta integração.

Ao mesmo tempo em que o CRM lida com informações de front-end, como registro de interações com clientes, acompanhamento de vendas, gerenciamento de pipeline, prospecção e gerenciamento de campanhas de marketing, o ERP lida com os processos críticos de back-end, incluindo histórico de compras, detalhes e envio de cobrança, informações contábeis, dados financeiros e detalhes do gerenciamento da cadeia de suprimentos. Juntos eles podem elevar a capacidade das empresas na competição de mercado.

Quando integrados, ambos os sistemas elevam a produtividade da organização e a satisfação dos funcionários com o trabalho aumenta, ao mesmo tempo em que garante uma adoção mais forte dos aplicativos pelos usuários. Além disso, os investimentos em TI são protegidos, permitindo o livre fluxo de dados de sistemas legados de backoffice.

Podemos listar aqui alguns benefícios adicionais que contribuem diretamente para o resultado final.

1. Maior e melhor funil de vendas
Quando os vendedores têm acesso a leads, histórico de pedidos e chamados de atendimento ao cliente, eles têm mais chances de entrar em contato e concluir uma transação quando têm uma janela de oportunidade. Por exemplo, se os vendedores souberem a frequência com que os clientes efetuam pedidos, eles podem entrar em contato proativamente com o cliente para fazer uma oferta ou uma venda cruzada. Se souberem quando os clientes estão com problemas, podem entrar em contato com eles para oferecer uma solução, incluindo, por exemplo, oferecer um modelo mais novo.

2. Propostas de vendas mais precisas
Com uma integração CRM-ERP, um representante de vendas pode usar o preço mais preciso de um produto ou serviço ao preparar uma cotação, recuperando informações de preços atualizadas, incluindo qualquer ação promocional ou de desconto.

As informações mais recentes sobre a disponibilidade do produto resultarão em datas de remessa mais precisas e poderão permitir pedidos urgentes especiais se a mercadoria estiver em falta para atender aos prazos do cliente. Permitir que uma equipe de vendas possa visualizar o limite de crédito de um cliente, o saldo atual do seu crédito na companhia, além de uma lista de faturas pendentes e pedidos anteriores fornece ao vendedor um histórico financeiro completo, que pode influenciar os termos da proposta. Com isso, gerentes de informações podem tomar decisões de negócios mais embasadas, por exemplo, exigindo o pagamento antecipado. Ou não.

3. Reconhecimento mais rápido de receita
Com a integração ERP-CRM, as empresas podem transformar automaticamente as propostas criadas no CRM em pedidos reais executados e rastreados no sistema ERP sem qualquer intervenção manual. Isso resulta em faturamento e pagamentos mais rápidos. As atualizações automáticas mantêm ambos os sistemas sincronizados e evitam a possibilidade de dados perdidos, inconsistentes ou imprecisos. Quaisquer alterações feitas no banco de dados do ERP serão refletidas simultaneamente no sistema CRM e vice-versa, incluindo a adição ou remoção de campos personalizados, novas entradas ou alterações no banco de dados.

4. Entregas mais rápidas
O fluxo livre e preciso de dados entre esses sistemas, com atualizações automáticas de alterações nos detalhes e pedidos do cliente, permite que as empresas enviem produtos com mais rapidez, reduzam os custos operacionais e aumentem a satisfação do cliente. Entregar produtos no prazo ajuda a empresa a se destacar da concorrência.

5. Previsões de demanda mais precisas
A integração entre marketing e ERP também pode conectar as previsões à produção com maior eficiência. Os gerentes de operações podem prever corretamente a capacidade de produção, evitando o acúmulo de estoque em excesso, o que compromete o dinheiro que poderia ser melhor usado em outro lugar. Enquanto os sistemas de CRM geram mais receita por meio de melhores números de vendas, os sistemas ERP reduzem as despesas operacionais gerais. Juntos, esses sistemas podem ajudar as empresas a crescer a partir da melhoria da eficiência de vendas e operações.

A integração vale o investimento?

Há muitos benefícios da integração que vão além da eficiência aprimorada da TI, a eliminação da entrada duplicada de dados e melhorias nos tempos de desenvolvimento. O negócio tem muito mais a ganhar com as integrações do CRM-ERP, aumentando as receitas e a satisfação do cliente.

(*) General Manager da Magic Software Europe

Assesoria de Imprensa



Leia Também:
Anterior:

Próxima: