Futurecom reúne principais players da indústria na segunda reunião temática do maior evento de transformação digital da América Latina

A tecnologia utilizada de forma humanizada para transformar a sociedade foi um dos principais tópicos do evento

São Paulo, maio de 2019 – O diretor do Futurecom, Hermano Pinto, promoveu recentemente, no Accenture Interactive, em São Paulo, a segunda reunião temática do maior evento de tecnologia, telecomunicação e transformação digital da América Latina, que este ano acontecerá de 28 a 31 de outubro no São Paulo Expo. A grande temática foi “Tecnologia e Negócios Disruptivos”, com uma reflexão sobre experiências imersivas, modelos as a service, cybersecurity, big data, analytics e Blockchain. O objetivo é levantar questões importantes para a construção da grade de conteúdo do Futurecom 2019.

Os principais players contribuíram com sugestões de abordagens sobre soluções que poderão contribuir com a transformação da sociedade, tais como a necessidade de uma rede sem oscilações, menor tempo de resposta na transmissão vídeos com o crescimento na utilização de streaming, a importância do ensino a distância para descobrir novos talentos e qualificar profissionais para a nova economia, formas de oferecer uma melhor experiência ao cliente com segurança. “A tecnologia está aí. Os fatores determinantes para a transformação digital são o comportamento e a percepção das pessoas”, afirma Hermano Pinto.

Um dos assuntos mais discutidos durante a reunião foi o desafio vivenciado pela sociedade conectada com as coisas – processo que deve se intensificar com a ampliação dos projetos de IoT. “No Brasil, a percepção de roubo das informações pode levar de 200 a 3000 dias. Nunca foi tão importante resguardar as informações, tendo como base o tripé tecnologia, processos e pessoas”, destaca o diretor do Futurecom.

De acordo com Luciano Condé, diretor de Conhecimento da Oracle para o mercado SMB, a discussão apresentou uma diversidade de pensamentos, enriquecendo a abordagem sobre novas tecnologias disruptivas. “Tudo que discutimos aqui traz uma perspectiva de futuro. A reunião também focou no aspecto de pessoas – como elas são importantes para toda a transformação que vivenciamos. Certamente foi um ponto de destaque e que deve ser bastante explorado durante o Futurecom 2019”, ressalta.

Para o diretor de Marketing e Public Relations da NEC, André Eleterio, um dos pontos que mais chamaram atenção foi a necessidade de pensar a segurança de uma forma diferente, sem fronteiras. Numa sociedade cada vez mais conectada, ele acredita que a segurança deve ser analisada considerando os novos paradigmas da Indústria 4.0.

Segundo Denise Guedes, da inMovimento Inclusivo, as reuniões temáticas – a primeira foi sobre “Conectividade” e a terceira será sobre “Soluções de Transformação Digital” – democratizam a discussão sobre os anseios e os desafios trazidos pelas novas tecnologias. “O aspecto que mais chamou atenção é que a tecnologia está aqui para servir o homem. Ele é o fim. Considero relevante a preocupação com as pessoas, acima de tudo”.

Rodrigo Ventura, Founder e CEO da 88 Insurtech, considera os encontros prévios do Futurecom como um grande brainstorming com profissionais que conhecem a indústria. “Consideramos importante que o Futurecom traga vários use cases, que demonstrem como as novas tecnologias estão, de fato, contribuindo para o usuário final. Perguntas fundamentais: Qual o impacto dessa tecnologia na minha vida? Como reduzir os custos? Como facilita o dia a dia? Por que é a melhor solução? Os cases de sucesso conseguem materializar tudo isso”, defende o executivo.

“Achei muito interessante a forma como as pessoas apresentaram as sugestões de temas para o Futurecom. Certamente o que foi debatido aqui impactará na construção do conteúdo. Gostei bastante do formato e pretendo utilizar algo semelhante em nossos eventos para saber realmente o que clientes querem ouvir da SAP e de seus palestrantes”, garante Christian Geronasso, da SAP.

O Futurecom chega à sua 21ª edição com uma série de novidades. A partir desse ano, cinco novos eventos farão parte da programação, além do Future Congress: Future Payment, Future Gov, Future Jud, Future Cyber e Future Tech. Neste novo formato, o Futurecom se consolida como um evento completo de tecnologia, que combina a hiperconectividade trazida pelas novas tendências, que serão apresentadas na área de exposição e debatidas durante o Congresso Internacional.

Para esta edição já está confirmada a participação de Greg Peters, Chief Product Officer e líder da equipe responsável pelo design, criação e otimização da experiência da Netflix, como Keynote Speaker do Congresso Internacional.

Em 2018, o Futurecom registrou a presença de 29 mil visitantes, com mais de 300 marcas expositoras. “Queremos superar este número em 2019, ampliando a discussão para temas cada vez mais relevantes. Reuniremos nomes de peso do mercado para discutir o impacto nas novas tecnologias nas políticas industriais, administração pública, setor jurídico, cidades inteligentes, além de questões referentes à segurança cibernética”, destaca Hermano Pinto, diretor do Futurecom.

Sobre o Futurecom
O Futurecom, o maior e mais importante evento de tecnologia, telecomunicação e transformação digital da América Latina, chega à 21ª edição, que acontece de 28 a 31 de outubro, no São Paulo Expo. Lançado em 1998, na cidade de Foz do Iguaçu, o Futurecom foi transferido para Florianópolis posteriormente, onde ocorreu entre 2001 e 2007. A partir de sua décima edição, passou a ser realizado em São Paulo, com duas edições no Rio de Janeiro em 2012 e 2013. No ano passado, o Futurecom contou com a participação de 300 marcas expositoras, totalizando mais de 29 mil visitantes.

Assessoria de Imprensa



Leia Também:
Anterior:

Próxima: