Knorr-Bremse expande ofertas para a América Latina com colunas de direção

A Knorr-Bremse (ETR:KBX), líder mundial
na fabricação de sistemas de freios e controles para veículos comerciais
rodoviários e ferroviários, anuncia a expansão de suas ofertas para o
mercado latino americano, incluindo em seu portfólio de produtos as colunas
de direção, que já vem sendo produzidas em sua planta industrial de
Itupeva, interior de São Paulo, desde janeiro deste ano. A expansão é
resultado da aquisição dos ativos e tecnologias da NFP – fabricante e
fornecedora de colunas de direção originais para as principais montadoras
de veículos comerciais do país. A decisão faz parte da estratégia global do
grupo de investir no segmento de sistemas de direção e, assim, ter em mãos
as tecnologias necessárias para o desenvolvimento da condução autônoma.

“Nossa unidade fabril brasileira será a única do Grupo Knorr-Bremse no
mundo a produzir colunas de direção, aplicáveis em veículos comerciais e
agrícolas. Outras peças que complementam o sistema de direção serão
produzidas por instalações da Knorr-Bremse na Alemanha e no Japão, em
decorrência de processos de aquisições de negócios iniciados em 2016 com a
compra da Steering Technology Specialists Tedrive e dos negócios da NFP e,
agora, da Hitachi em abril de 2019″, diz Jefferson Germano, gerente de
aftermarket para o Brasil e América Latina da Knorr-Bremse.

Tanto as iniciativas que beneficiam os negócios de direção como os de freio
da Knorr-Bremse têm como objetivo contribuir para a evolução do mercado de
veículos rodoviários autônomos. “O início das operações da nova linha de
produção das colunas de direção e a expansão de nossas ofertas significam
mais um passo marcante na história da Knorr-Bremse e na viabilização dessa
estratégia de crescimento”, afirma Jefferson Germano.

A Knorr-Bremse já está fornecendo colunas de direção para as montadoras
como equipamento original. Para o mercado de reposição serão
comercializadas árvores intermediárias com faces de 308 mm à 1362 mm, que
possuem como diferenciais a intercambiabilidade com árvores intermediárias
de guias esféricas. Serão ainda oferecidas juntas universais que possuem
dupla selagem, o que garante vida útil prolongada.



Leia Também:
Anterior:

Próxima: